Governo reforça testagem na região de Lisboa para combater aumento de casos

  • ECO
  • 23 Maio 2021

Lacerda Sales adianta que será feito um reforço especificamente nas regiões onde o "aumento do R(t) e da incidência se verifica com maior intensidade", como em Lisboa e Vale do Tejo.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde considera que a tendência crescente do risco de transmissibilidade — o R(t) — e o aumento dos casos de Covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo são “sinais de alerta, não de alarme“. Em entrevista ao Diário de Notícias (acesso pago), António Lacerda Sales indica que será feito um “reforço” nas medidas que permitir controlar a evolução da pandemia, nomeadamente através da “testagem massiva”, vacinação e rastreamento.

O aumento da transmissibilidade e da incidência, seja em que circunstâncias for, preocupa-nos, mas diria que é um sinal de alerta, não de alarme. É importante que isto fique bem definido. Mas, obviamente, que temos de fazer um reforço nas medidas e nas estruturas que nos permitam controlar a gestão de qualquer possibilidade de evolução da doença”, sublinha o responsável, que adianta que tal reforço passará “preferencialmente [pela] testagem massiva, vacinação, rastreamento e com o reforço de ações ao nível da Saúde Pública”.

Sobre a testagem, Lacerda Sales adianta que será feito um reforço especificamente nas regiões onde o “aumento do R(t) e da incidência se verifica com maior intensidade”, como em Lisboa e Vale do Tejo, onde se admite a possibilidade de se voltarem a testar “segmentos fundamentais”, nomeadamente as escolas e a Função Pública. “Para já este reforço de testagem está a ser pensado para a região de Lisboa e Vale do Tejo, o que não quer dizer que não se venha a alargar a outras regiões e concelhos, mas o nosso foco está agora em LVT, porque também foi aqui que os valores subiram um pouco mais”, diz o secretário de Estado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo reforça testagem na região de Lisboa para combater aumento de casos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião