G20 quer acordo em julho sobre imposto mínimo global para multinacionais

  • Lusa
  • 25 Maio 2021

Os ministros das Finanças do G20 trabalham para chegar a um acordo sobre um imposto mínimo global para as multinacionais na reunião prevista para julho em Veneza, avança ministro da Economia italiano.

Os ministros das Finanças do G20 trabalham para chegar a um acordo sobre um imposto mínimo global para as multinacionais na reunião prevista para julho em Veneza, disse esta terça-feira o ministro da Economia e Finanças italiano, Daniele Franco.

“Como presidência italiana do G20 vamos nessa direção, o nosso objetivo é chegar a um acordo na reunião ministerial de julho, que vai estabelecer as linhas gerais”, explicou Franco num evento sobre finanças sustentáveis, organizado pela agência italiana Ansa.

Franco referia-se à proposta norte-americana de estabelecer a nível global uma taxa mínima de 15% para as grandes empresas, um assunto que também vai ser abordado pelos ministros das Finanças do G7 nos dias 04 e 05 de junho em Londres.

O ministro italiano reconheceu que alguns países “europeus e não europeus” podem querer uma solução diferente, talvez mais ambiciosa, mas admitiu que o facto de a administração liderada por Joe Biden ter avançado com a proposta “é muito importante”.

Na semana passada, o Tesouro norte-americano formalizou a proposta de acordo para um imposto mínimo global para as empresas de pelo menos 15%, mas indicou que o valor é uma base para continuar as conversações com a ideia de poder ser alcançada uma taxa de imposto mais elevada.

Na ocasião, Franco também se referiu à economia global e argumentou que está a recuperar, mas ainda há “elementos de incerteza”, o que se deve, entre outros motivos, à evolução desigual da pandemia.

“No G20 há acordo para evitar uma interrupção prematura das políticas de apoio”, sustentou, ao mesmo tempo que se avança com outras medidas, como o imposto sobre o carbono para fomentar a transição ecológica e combater a crise climática.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

G20 quer acordo em julho sobre imposto mínimo global para multinacionais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião