Sporting passa de lucros a prejuízos de 23,5 milhões por causa da Covid

SAD verde e branca explica contas com o impacto da Covid-19, tanto nas receitas de bilheteira como na quebra com as transações de jogadores.

O Sporting fechou o terceiro trimestre fiscal, referente aos primeiros três meses do ano, com prejuízos de 23,5 milhões de euros, valor que compara com os lucros obtidos um ano antes. A SAD verde e branca justifica as contas no “vermelho” com o impacto da Covid-19.

“O resultado do trimestre foi negativo em 23,5 milhões de euros”, contra os 30,16 milhões de euros no mesmo período da época passada. “Este resultado piora em cerca de 53.666 milhares de euros quando comparado com o período homólogo”, refere a SAD no comunicado enviado à CMVM.

Estas contas são explicadas “essencialmente por dois efeitos: a redução dos rendimentos operacionais em 15,02 milhões, o que inclui a redução
da receita de bilheteira, Gamebox, corporate, assim como a redução da receita pela não participação na fase de grupos da UEFA Europa League; e o volume de negócios das transações de jogadores que diminuiu cerca de 65,9 milhões“.

“É visível que a grande variação do resultado líquido do 3º trimestre de 2020/21 versus o período homólogo de 2019/20 deve-se ao impacto Covid-19, do qual resultou a queda em 89% dos resultados em transações de jogadores”, refere o SCP.

À quebra nos resultados com jogadores soma-se “um impacto negativo estimado em cerca de 13,8 milhões de euros no trimestre corrente e no total da época estimado em 20 milhões de euros (excluindo o efeito no mercado de transferências de jogadores)” que “resulta, nomeadamente, em consequência da realização dos jogos da equipa profissional à porta fechada”.

“A Sporting SAD fechou o terceiro trimestre da época desportiva de 2020/21 com um volume de negócios de 75,1 milhões de euros, o que representa uma redução de 52% face ao período homólogo”, nota.

“Num ano ‘normal’, sem o efeito da pandemia, os resultados agora apresentados seriam positivos, não se verificando a forte contração no mercado de transferências e a quebra significativa dos resultados operacionais sem transações de jogadores”, dia a SAD do clube que na época desportiva de 2020/21 acabou por se sagrar campeão nacional, 19 anos depois.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sporting passa de lucros a prejuízos de 23,5 milhões por causa da Covid

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião