Britânicos vão ter 30% de desconto na compra da primeira casa

  • ECO
  • 4 Junho 2021

Segundo o The Telegraph, as autoridades locais receberão financiamento do Governo, que será então utilizado para subsidiar os promotores imobiliários e a venda das casas abaixo do valor de mercado.

No Reino Unido, aqueles que procuram comprar a sua primeira habitação terão a oportunidade de o fazer com um desconto de 30%. De acordo com o The Telegraph (acesso pago, conteúdo em inglês), a medida faz parte de um novo esquema governamental com o objetivo de fazer com que mais pessoas tenham acesso ao mercado imobiliário.

Esta iniciativa será lançada esta sexta-feira e estará disponível para todos os residentes que desejam adquirir a sua primeira propriedade. As primeiras habitações estarão à venda em Bolsover, na região de East Midlands, mas deverão ser anunciadas mais localizações, espalhadas por todo o país.

A este propósito, o Ministério da Habitação, Comunidades e Governo Local indicou que mais 1.500 propriedades estarão no mercado a partir do outono, esperando-se que pelo menos mais 10.000 sejam associadas a este projeto no futuro.

Ao abrigo do mesmo, as autoridades locais receberão financiamento do Governo, dinheiro esse que será então utilizado para subsidiar os promotores imobiliários e a venda das casas a, pelo menos, 30% abaixo do valor de mercado estabelecido para as mesmas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Britânicos vão ter 30% de desconto na compra da primeira casa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião