Banca deu 1.220 milhões para comprar casa em abril

Financiamento para a compra de habitação ascendeu a 1.220 milhões de euros em abril. Montante fica aquém dos 1.382 milhões de março, mas mantém-se acima da fasquia dos mil milhões.

Continua a aumentar o crédito para a casa. Em abril, o novo financiamento para a aquisição de habitação voltou a ficar acima da fasquia dos mil milhões, ascendendo a 1.220 milhões de euros, de acordo com os dados do Banco de Portugal.

Depois de concederem 1.382 milhões de euros em março, o valor que os bancos emprestaram às famílias em crédito à habitação encolheu ligeiramente em abril, mas na comparação homóloga assiste-se a um aumento de 46,8% — sendo que, em abril de 2020, o país estava ainda confinado por causa da pandemia.

Foi o segundo mês consecutivo acima da fasquia dos mil milhões de euros emprestados pela banca para a compra de casa, sendo que essa marca tinha sido superada já em dezembro de 2020. E foi também um mês marcado pelo regresso da tendência de descida da taxa cobrada nestes empréstimos.

“Nas novas operações de empréstimos a particulares para habitação, a taxa de juro média, em abril, reduziu dois pontos base, para 0,82%, retomando a tendência de descida verificada nos últimos meses”, refere o Banco de Portugal.

“Em abril de 2021, os volumes de novas operações de empréstimos para habitação, consumo e outros fins totalizaram 1.220 milhões, 387 milhões e 174 milhões de euros, respetivamente“, diz o Banco de Portugal.

A redução nos montantes concedidos não foi um exclusivo do financiamento para a casa. Também no caso do consumo e dos outros fins os valores encolheram. No consumo houve uma quebra de 390 para 387 milhões, enquanto nos outros fins baixou de 227 para 174 milhões.

Assim, no global, o crédito concedido pelos bancos às famílias reduziu-se em abril, face a março, de 1.999 milhões para um total de 1.781 milhões de euros, segundo o Banco de Portugal.

(Notícia atualizada às 11h28 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banca deu 1.220 milhões para comprar casa em abril

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião