Nas notícias lá fora: Merkel, chips e café com leite

  • ECO
  • 7 Junho 2021

De Angela Merkel, passando pela China até às vendas de café com leite nos aeroportos de Londres, conheça as notícias que estão a marcar o dia lá fora.

Espanha pretende estender o “escudo” contra os investidores internacionais, enquanto Angela Merkel alcança uma vitória clara nas eleições regionais. Destaque para a China, cujas importações dispararam, e para a escassez mundial de chips, que persiste. Conheça as notícias que estão a marcar o dia lá fora.

Expansión

Governo espanhol pretende estender “blindagem” de empresas estratégicas

O Governo espanhol pretende estender para além de 30 de junho as restrições impostas aos investimentos de outros países da União Europeia (UE) em empresas estratégicas em Espanha e manter até agora as que já se aplicam aos investidores internacionais. Além de manter esse “escudo” contra os investidores estrangeiros, o Executivo de Pedro Sánchez está a considerar estender a barreira contra os “caçadores de pechinchas” europeus enquanto prepara um regulamento final.

Leia a notícia completa no Expansión (acesso pago, conteúdo em espanhol)

DW

CDU de Angela Merkel obtém vitória clara sobre a extrema-direita em eleição regional

A União Democrata Cristã (CDU), da chanceler Angela Merkel, obteve uma vitória clara sobre a extrema-direita da Alternativa para a Alemanha (AfD) nas eleições regionais na Saxónia-Anhalt, as últimas antes das eleições gerais de 26 de setembro. De acordo com as projeções avançadas pela televisão pública ZDF cerca de 30 minutos após o fecho das urnas, a CDU conquistou 35,2% dos votos no estado com dois milhões de habitantes, enquanto a AfD registou apenas 23,3%, quando as sondagens anteriores apontavam para um equilíbrio. A seguir ficaram a formação de esquerda radical Die Linke, com 11%, o Partido Social Democrata (SPD), com 8,2%, os Liberais (6,9%) e os Verdes (6,1%).

Leia a notícia completa na DW (acesso livre conteúdo em inglês)

Reuters

Importações chinesas disparam com subida dos preços das matérias-primas

As importações da China cresceram 51% em maio, o ritmo mais elevado numa década, devido à subida dos preços das matérias-primas. Enquanto isso, as exportações aumentaram quase 28% à medida que a procura global recuperou, face ao atenuar da pandemia em diversos países. A China liderou a recuperação global após ter controlado a pandemia. O excedente comercial da China em maio fixou-se em 45,53 mil milhões de dólares (38 mil milhões de euros), uma queda de 26,5% em relação ao período homólogo.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livrem conteúdo em inglês)

Financial Times

Falta de chips deve manter-se pelo menos até meados de 2022, alerta fabricante

A escassez mundial de chips que tem afetado a indústria automóvel e ameaçado o fornecimento de produtos de tecnologia durará, pelo menos, mais um ano, advertiu a Flex, um dos maiores fabricantes mundiais. “Com a procura tão forte, a expectativa é de que [a escassez] se mantenha até meados do final de 2022 dependendo. Alguns esperam que continue até 2023”, disse a empresa. Esta previsão é uma das mais sombrias para uma crise que está a forçar os grupos a reverem as cadeias de fornecimento globais.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

Bloomberg

Vendas de café com leite no aeroporto aumentam antes das novas restrições às viagens dos britânicos

As vendas de café com leite nos terminais dos aeroportos de Heathrow e Gatwick no pré-embarque tiveram a subida semanal mais acentuada de todos os clusters geográficos analisados pela Bloomberg. Esta análise mostra mesmo que, pela primeira vez, as vendas da rede de sandwiches Pret nos aeroportos de Londres aumentaram para mais de um terço dos níveis anteriores à pandemia. “Há a preocupação de que os aeroportos voltem atrás por causa da revisão da lista de semáforos do Governo“, disse o diretor executivo da Pret.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Merkel, chips e café com leite

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião