Pedro Nuno Santos “indignado” com polémico vídeo da TAP

Duas pessoas da direção de recursos humanos descrevem ter estado a fazer entrevistas em Espanha. Companhia abriu um inquérito e o Governo diz estar a aguardar os resultados.

O Governo está “indignado” com o vídeo divulgado esta terça-feira onde se veem dois trabalhadores da direção de recursos humanos da TAP a relatarem terem ido a Madrid recrutar um responsável para a área de carga em Espanha. O caso está a gerar indignação nas redes sociais e levou a companhia aérea a abrir um inquérito disciplinar.

“O Ministério das Infraestruturas e da Habitação está indignado com o vídeo que circula com dois trabalhadores da TAP com elevadas responsabilidades na companhia, sendo um deles o diretor de Recursos Humanos, e aguarda pelos resultados do processo de inquérito instaurado pela TAP“, escreveu o ministro Pedro Nuno Santos no Twitter.

O vídeo é filmado por Pedro Ramos, diretor de recursos humanos da TAP, e João Falcato, diretor de recursos humanos da Manutenção & Engenharia da TAP, em Madrid. Os dois explicam ter-se deslocado ao país para fazer entrevistas e recrutar um responsável para a área de carga em Espanha.

A situação gerou mal-estar dentro da TAP, tendo rapidamente começado a circular entre os trabalhadores, que estão a lidar com uma reestruturação que já levou à saída de 1.600 efetivos (estando a ser preparado um despedimento coletivo). E chegou às redes sociais, onde várias pessoas têm partilhado a indignação.

A companhia aérea explicou que exatamente “dado o momento que a TAP vive, em que a todos nós são pedidos sacrifícios, decidiu o conselho de administração abrir, de imediato, um processo de inquérito seguido dos procedimentos disciplinares aplicáveis a esta situação”. A companhia aérea e Governo vão agora aguardar os resultados do processo, sendo que a resposta do Executivo antecipou-se às reações políticas.

O Bloco de Esquerda enviou esta manhã uma série de questões ao Governo, através do Ministério das Infraestruturas e da Habitação, sobre se tinha conhecimento da situação, se confirma que a TAP está a contratar novos trabalhadores em Madrid (e quantos), bem como a qual a justificação para a contratação de novos trabalhadores na capital espanhola ao mesmo tempo que despede em Lisboa.

“Como explica o Governo, o principal acionista da TAP, que contrate em Madrid no mesmo momento em que despede em Lisboa? Para este Grupo Parlamentar esta decisão é inaceitável e exigimos o esclarecimento cabal da situação. Assim, exigimos que o Governo venha esclarecer se o despedimento de efetivos está a ser compensado com a contratação de trabalhadores a prazo, com menos salário, direitos e condições de trabalho. Se o Governo está a aproveitar este momento de crise para limpar a empresa para depois logo de seguida vendê-la”, pode ler-se no documento enviado pelo BE.

(Notícia atualizada às 12h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pedro Nuno Santos “indignado” com polémico vídeo da TAP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião