Fidelidade e Tranquilidade crescem em Moçambique

  • ECO Seguros
  • 16 Junho 2021

A sucursal da Fidelidade em Moçambique cresce 3 anos seguidos, enquanto a da Tranquilidade recuperou de quebra em 2019. Na mediação, a corretora Sabseg posiciona-se entre as 9 maiores do mercado.

A Fidelidade e a Tranquilidade recuperaram quota de mercado em Moçambique, segundo informação do Instituto de Supervisão de Seguros de Moçambique (ISSM) relativa a 2020.

Mais ativas no ramo não Vida e presença marginal no negócio Vida, as portuguesas mostram-se, desde 2018, praticamente inalteradas no ranking global das 20 maiores do mercado, embora com variações nas respetivas quotas.

A Fidelidade Não Vida, que em 2018 era 8ª com 3,5% de quota, reforçou a participação no mercado para 4,2% em 2020, seguindo oitava na tabela. Já a Tranquilidade Não Vida, que em 2018 ocupava a 11ª posição no ranking global, com 1,9% do mercado, caiu ao 16º lugar em 2019 (0,8% de quota), recuperando em 2020, para 1,1%, mas a escorregar para a 17ª posição entre as 20 maiores no país.

Nos seguros Vida, as companhias de matriz portuguesa ocupam as duas últimas posições do ranking 2020, respetivamente, Tranquilidade na 20ª (0,1% de quota) e a Fidelidade é a 21ª (0,04%).

Num mercado em que o valor global de prémios de seguro rondou 261 milhões de euros, o ranking manteve-se liderado pela estatal Emose (Empresa Moçambicana de Seguros), seguida da Hollard (13,9%) e da ICE (11,1% de quota), que completam o pódio em 2020.

O volume bruto de prémios emitidos no conjunto dos ramos Vida e não Vida ascendeu a 19,21 mil milhões de meticais (cerca 260,77 milhões de euros), crescendo 22% face ao ano precedente, segundo dados provisórios do ISSM. O ramo não Vida representava 86% do setor em 2019 e, no ano seguinte, fortaleceu o peso na estrutura do mercado para 87,1%. Os seguros Saúde (Doença), Automóvel e Incêndio sobressaem, pela mesma ordem, no valor bruto de prémios.

Moçambique – Mercado de Seguros

Dados: Instituto de Supervisão de Seguros de Moçambique. Tratamento: ECO Seguros.

Números do Supervisor para o primeiro trimestre de 2021 colocam a londrina ICE (24,6% de quota) e a sul-africana Hollard (25,4%) a responderem, em conjunto, por metade do mercado não Vida, relegando a Emose para o 3º lugar (com 10,7% da produção). Nos seguros Vida, Sanlam (33,6%) e Emose (33,0%) assumem dois terços do mercado.

A Tranquilidade Companhia de Seguros opera em Moçambique desde 2012 e a última informação financeira disponível no site da empresa refere-se 2018, exercício que terminou com um resultado líquido de 7,57 milhões de meticais. Quanto à Fidelidade Companhia de Seguros – Não Vida, que está ativa no mercado desde 2014, a sucursal moçambicana divulgou as contas de 2020 no respetivo website, com lucros líquidos de aproximadamente 14,5 milhões de meticais.

Corretora Sabseg detém 5% de quota na mediação

A distribuição de seguros em Moçambique flui significativamente através do setor bancário, restando ao canal mediação um peso relativo que, em 2020, correspondeu a cerca de 30% da produção seguradora.

Com a mediação a processar globalmente cerca de 5,7 mil milhões de meticais (77,35 milhões de euros) em prémios de seguros, a filial local da bracarense Sabseg fechou o último trimestre do ano com 4,9% de quota, indica o instituto de seguros.

Num ranking liderado pela Poliseguros (17,4% de quota), seguida da N Brokers (12,5%) e da Aris (11,8%), a Sabseg ocupa a 9ª posição entre os mediadores/corretores mais ativos no mercado.

De acordo com a série estatística do ISSM sobre atividade seguradora, a corretora portuguesa terminou o ano de 2019 no 8º lugar entre as 13 maiores, mas com 4,5% de quota.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade e Tranquilidade crescem em Moçambique

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião