Espanhola Divina Seguros vai chegar a Portugal ainda em 2021

  • ECO Seguros
  • 20 Junho 2021

A mútua valenciana tem negócios no Chile e na Argentina. Reorientando-se para a Europa, Portugal é o próximo passo na estratégia de crescimento. Para começar interessa-lhe o seguro automóvel.

A espanhola Divina Seguros, cuja entidade matriz é a sociedade Divina Pastora, planeia a sua entrada em Portugal ainda em 2021. A companhia valenciana atravessa atualmente um processo legal de alteração societária para deixar de ser uma mútua de previdência social e tornar-se mútua de seguros, que tem bastante mais vantagens.

Dependendo que o processo de transformação – que tramita na Dirección General de Seguros y Fondos de Pensiones (DGSFP) – esteja concluído e aprovado antes do final do ano, a Divina pretende explorar possibilidades de expansão internacional para países europeus, nomeadamente, Portugal, Itália e Roménia, disse Armando Nieto, Presidente da Divina Pastora Seguros.

Com atividade internacional estabelecida no Chile e na Argentina, a estratégia de futuro aponta para o crescimento na Europa. Admitindo que a companhia ainda se mantém atenta a novas oportunidades em outros mercados da América Latina (Colômbia, por exemplo), Nieto adiantou: “O outro passo é entrar em Portugal. Se as previsões correrem bem, estaremos lá até ao final deste ano. Fá-lo-emos através do ramo automóvel no que será uma pequena semente,” disse em entrevista publicada no site de notícias Valencia Plaza.

Depois de ter adquirido posição maioritária no Asegrup (Aseguradores Agrupados SA) em setembro de 2019, a Divina alargou substancialmente a sua carteira de produtos, atualmente abrangendo os ramos Vida, Saúde, Acidentes, Poupança, Habitação, Automóvel, Responsabilidade Civil e Profissional, PME, Transportes e maquinaria.

O responsável da Divina Seguros nota que a mútua sempre operou com distribuição própria. Mas, em 2021, para continuar a crescer, a aposta incide no canal dos corretores de seguros.

A entidade terminou 2020 com lucro de 20 milhões de euros, o mais elevado em 60 anos de história. De acordo com números divulgados em abril, o volume de negócios agregado ascendeu a 253 milhões de euros, dos quais 247 milhões em prémios de seguros. Com património líquido estimado em 312 milhões, a Divina tem 1,93 mil milhões de euros de ativos sob gestão.

O grupo Divina Pastora organiza-se em torno de diversos negócios: Divina Pastora – Seguros Gerais; Asegrup – Seguros e Resseguros; Federada Seguros (Argentina), Inversiones Divina Pastora (Chile); imobiliário, serviços clínicos e hospitalares. Em Espanha, a Divina Pastora Seguros opera com mais de 60 escritórios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Espanhola Divina Seguros vai chegar a Portugal ainda em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião