Aberto concurso para seis novos imóveis no programa Revive Natureza

No total já foram postos a concursos 25 imóveis. Os primeiros doze já foram adjudicados e os sete imóveis do segundo lote estão de momento "em fase final de avaliação".

A Turismo Fundos abriu concursos para exploração de mais seis imóveis públicos devolutos afetos ao Fundo Revive Natureza, informa o Governo em comunicado divulgado esta terça-feira. No total já foram a concurso 25 imóveis.

“Depois da elevada procura registada nos primeiros conjuntos de imóveis colocados a concurso, a Turismo Fundos lança hoje [terça-feira] um terceiro lote que integra seis imóveis afetos ao Fundo Revive Natureza para atribuição dos direitos de exploração”, justifica na nota o Ministério da Economia e da Transição Digital, que tem a pasta do Turismo.

Os imóveis em causa são: o Antigo Posto Fiscal em Monte Fidalgo (Vila Velha de Rodão, Castelo Branco), Casa Florestal de Sul (Figueira da Foz, Coimbra), Antiga Sede da Administração Florestal na Figueira da Foz (Figueira da Foz, Coimbra), Chalet de São Pedro (Marinha Grande, Leiria), Casa do Pinheiro Manso (Marinha Grande, Leiria), e, por fim, Edifício Florestal da Abrigada (Alenquer, Lisboa).

O objetivo é que estes imóveis sejam requalificados e valorizados, “promovendo o desenvolvimento regional e local, através de novas utilizações para fins turísticos”. A data limite para apresentação das candidaturas é 20 de setembro de 2021.

No total dos três lotes lançados até ao momento já foram postos a concursos 25 imóveis. Os primeiros doze já foram adjudicados e os sete imóveis do segundo lote estão de momento “em fase final de avaliação”, segundo o ministério.

Apesar de só terem sido abertos 25 concursos até ao momento, o Fundo Revive Natureza, gerido pela Turismo Fundos, tem a seu cargo um total de 96 imóveis do Estado, distribuídos de Norte a Sul do país, entre os quais se contam, na sua maioria, antigas casas de guardas florestais e antigos postos fiscais.

Para a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, “os resultados dos concursos já lançados ultrapassaram as melhores expectativas”. A governante referiu ainda que “o Revive Natureza irá gerar atratividade e visibilidade aos territórios, promovendo a valorização dos seus recursos e a notoriedade do destino nos vários mercados em articulação com agentes locais e promovendo Portugal como destino internacional, através de experiências sustentáveis e de destinos acessíveis e inclusivos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aberto concurso para seis novos imóveis no programa Revive Natureza

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião