Bitcoin recupera após cair abaixo dos 30 mil dólares

Atualmente com mais de 10.561 criptomoedas, o market cap total ascende a cerca de 1,19 biliões de dólares, um montante que compara com os 2,5 biliões de dólares de há um mês.

Investidores em bitcoin estão a aproveitar a queda da criptomoeda para comprar a baixo preço. Após ter caído abaixo da marca dos 30 mil dólares — no valor mais baixo desde janeiro –, o valor da bitcoin recuperou durante a tarde desta terça-feira. O movimento inicial foi uma reação em baixa à pressão dos esforços da China para controlar a mineração e utilização de criptomoedas.

O valor da bitcoin avança 0,06% para 32.237,26 dólares esta terça-feira depois de ter tocado um mínimo intradiário de 28.893,62 dólares, segundo dados do CoinMarketCap. Em termos de capitalização, a criptomoeda que é a que tem mais peso no mercado e é também a mais famosa regista 602 mil milhões de dólares.

A tendência de recuperação estende-se a algumas moedas digitais que negoceiam em 380 plataformas diferentes. Não é o caso da Ethereum, que apenas reduziu as perdas, para 1,4% para 1.897,30 dólares. Atualmente com mais de 10.561 criptomoedas, o market cap total ascende a cerca de 1,19 biliões de dólares, um montante que compara com os 2,5 biliões de dólares de há um mês.

Bitcoin em queda há mais de um mês

As criptomoedas têm sido penalizadas nas últimas semanas por uma conjugação de fatores, nomeadamente regulatórios. Esta segunda-feira, o banco central da China enviou uma missiva aos maiores bancos a sublinhar a proibição de fornecerem serviços de criptomoedas e a avisar que não podem estar envolvidos em transações de criptomoedas.

A China está a apertar o cerco à negociação, mas também à mineração de criptomoedas, sendo que o país é responsável por cerca de 80% da mineração mundial e tem um papel fundamental na manutenção da rede blockchain. Isto enquanto os EUA criaram uma task force de combate à atividade criminosa com recurso a criptomoedas, nomeadamente resgates de ataques de ransomware.

Além disso, Elon Musk tem também causado variações nas criptomoedas, tanto positivas como negativas. Em fevereiro, a Tesla anunciou um investimento de 1,5 mil milhões de dólares na bitcoin, o que deu grande alento aos fãs das moedas virtuais, mas em meados de maio voltou atrás e admitiu no Twitter que a bitcoin tem uma pegada carbónica demasiado elevada, tendo deixado de aceitar bitcoin como meio de pagamento.

(Notícia atualizada às 17h50)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bitcoin recupera após cair abaixo dos 30 mil dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião