Cláudia Azevedo pede mudança profunda no ensino. “A escola tem de evoluir”

A CEO da Sonae e vice-presidente da Business Roundtable Portugal defende uma mudança no ensino para acelerar qualificação dos portugueses.

Cláudia Azevedo assume o pelouro das Pessoas, uma das três áreas prioritárias da Business Roundtable Portugal, a associação de 42 empresários lançada hoje em Lisboa. A também CEO da Sonae defende uma alteração profunda no ensino.

“Com 50% da população com o ensino secundário completo, Portugal está no último lugar da Europa“, assinala Cláudia Azevedo. “Há um gap com a Europa nas competências do futuro”, referiu também. Em 2017, só 2% da população tinha formação em tecnologias de informação e comunicação, o que compara com 4% em toda a União Europeia. Tem de haver uma mudança, uma rutura com o passado”, acrescenta.

"Temos de gerir a educação de forma diferente. Não pode ser como há 20 ou 30 anos. Noutros países já se ensina código informático nas escolas.”

Cláudia Azevedo

CEO da Sonae

“Metade das horas trabalhadas são em tarefas que serão substituídas pela inteligência artificial e os robôs”, continuou a CEO da Sonae. “Até 2030 temos de requalificar 1,3 milhões de portugueses. A BRP quer fazer parte da solução deste problema”.

O tema foi abordado também por Vasco de Mello, presidente da BRP. “Vai ser necessário requalificar um número muito grande de pessoas para enfrentarem o desafio do futuro. É uma área onde teremos de ser capazes de apresentar propostas”, disse o chairman do Grupo Mello.

“Temos de gerir a educação de forma diferente. Não pode ser como há 20 ou 30 anos. Noutros países já se ensina código informático nas escolas”, defendeu Cláudia Azevedo. “A escola tem de evoluir”, rematou.

A Business Roundtable Portugal, uma associação de 42 empresas portuguesas, foi hoje apresentada em Lisboa, no Centro Cultural de Belém. A associação é liderada por Vasco de Mello, chairman do Grupo José de Mello, e tem Cláudia Azevedo, CEO da Sonae, e António Rios Amorim, CEO da Corticeira Amorim, como vice-presidentes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cláudia Azevedo pede mudança profunda no ensino. “A escola tem de evoluir”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião