Microsoft atinge dois biliões de valor de mercado

Microsoft atingiu dois biliões de dólares de valor de mercado esta quarta-feira, confirmando as expectativas dos investidores.

A Microsoft atingiu, esta terça-feira, a marca dos dois biliões de dólares de capitalização bolsista, pela primeira vez. Junta-se, assim, ao chamado clube “2-trillion dollar baby”, ao qual já pertence outra tecnológica norte-americana: a Apple.

Segundo avança a Bloomberg, o presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos, Jerome Powell, foi ao Congresso norte-americano assegurar que considera que o agravamento da inflação será apenas temporário, mostrando-se confiante numa eventual redução do Índice de Preços no Consumidor. Tais comentários foram recebidos com alento pelos investidores, que temiam uma subida das taxas de juro mais cedo do que inicialmente se esperava.

Foi neste clima de alívio que a Microsoft atingiu, esta terça-feira, a marca dos 2 biliões de dólares de capitalização bolsista, em Wall Street. A gigante fundada por Bill Gates é a segunda cotada norte-americana a atingir essa fasquia. A Apple foi a primeira a fazê-lo, em agosto do ano passado.

A entrada no clube “2-trillion dollar baby” era já perspetivada pelos especialistas, tendo em conta que, no último ano, a gigante viu a sua capitalização de mercado crescer 43% e, este ano, 20%. Em causa está, contas feitas, um salto de 720% desde que Satya Nadella foi nomeada líder executivo da Microsoft, em fevereiro de 2014. De notar que Nadella tem levado a empresa em questão a focar-se na computação em nuvem.

No primeiro trimestre de 2021, esta gigante americana registou uma subida de 19% nas suas receitas face ao período homólogo, superando as expectativas dos investidores. Também os lucros ficaram acima do que se esperava.

(Notícia atualizada às 20h55)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Microsoft atinge dois biliões de valor de mercado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião