Galp adere às métricas de ESG do Fórum Económico Mundial

  • Capital Verde
  • 24 Junho 2021

A Galp reportou já em 2021 o seu desempenho não financeiro em linha com as métricas e recomendações de divulgação do FEM", anunciou a petrolífera em comunicado.

A Galp anunciou esta quinta-feira que formalizou a sua adesão às métricas ambientais, sociais e de governo (ESG) do Fórum Económico Mundial.

“Ao tornar-se signatária das métricas de “stakeholder capitalism”, a Galp junta-se a uma comunidade de empresas que promovem um esforço para fornecer ao mercado métricas e divulgações concisas, consistentes e comparáveis para a criação de valor partilhado por todos os stakeholders. A Galp reportou já em 2021 o seu desempenho não financeiro em linha com as métricas e recomendações de divulgação do FEM”, anunciou a petrolífera em comunicado, sublinhando ser “a primeira empresa portuguesa a integrar uma comunidade empresarial focada na criação de valor sustentável”.

A empresa diz ainda que a sua adesão a estas métricas “é mais um passo no forte compromisso com as melhores práticas para a criação de valor sustentável para todos os stakeholders, como tem sido reconhecido por entidades e avaliações independentes como o Dow Jones Sustainability Indices (DJSI), o Climate Disclosure Project (CDP) ou o Bloomberg’s Climate Transition Scores”.

Para as empresas, as métricas ESG estipulam um vasto conjunto de recomendações de informação a divulgar em áreas tão distintas como o propósito, estratégia, composição de conselhos de administração, desempenho ambiental e social, entre outros, e permitem comparar o desempenho dos negócios relativamente à sua performance ambiental, social e de governo

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp adere às métricas de ESG do Fórum Económico Mundial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião