Sonae Sierra poupa 15 milhões de euros ao adotar medidas sustentáveis

  • Capital Verde
  • 24 Junho 2021

A multinacional de imobiliário já reduziu o seu consumo de eletricidade em 66% e aumentou em 223% a percentagem de reciclagem de resíduos.

Em 2020, a Sonae Sierra conseguiu evitar o gasto de 15 milhões de euros em custos operacionais ao apostar numa gestão mais sustentável, informou a empresa em comunicado. A gestão da energia, da água e dos resíduos esteve na base das mudanças da multinacional.

A estratégia de sustentabilidade da Sonae Sierra assenta na gestão inteligente e ecoeficiente dos recursos naturais e na melhoria das condições de segurança e saúde. A multinacional de imobiliário já reduziu o seu consumo de eletricidade em 66% e aumentou em 223% a percentagem de reciclagem de resíduos, tudo isto face a 2002. Também diminuiu em 32% o consumo de água relativamente a 2003 e, desde 2005, reduziu em 84% as emissões de CO2.

Elsa Monteiro, diretora de Sustentabilidade da Sonae Sierra, revelou, em comunicado, que “a empresa pretende também aumentar a consciencialização dos colaboradores, clientes, parceiros e demais stakeholders para a necessidade de se unir esforços para responder às alterações climáticas, definindo o objetivo de neutralidade carbónica para 2040, antecipando em 10 anos a meta da Comissão Europeia”.

Este ano, a Sonae Sierra está focada em duas prioridades – no ambiente urbano resiliente e em ter colaboradores seguros, saudáveis e envolvidos. Com a primeira prioridade, a empresa pretende garantir as necessidades humanas e de negócio das cidades do futuro e assegurar a sua continuidade ao tornar as operações sustentáveis e os edifícios resilientes. Já com a segunda, a Sonae Sierra quer garantir uma força de trabalho diversa, inclusiva e comprometida, assegurando o desenvolvimento das suas aptidões e produtividade numa cultura segura, saudável e empoderadora.

A empresa internacional de imobiliário está entre as 155 multinacionais que assinaram a declaração “Recovery Better”, em 2020, promovida pela iniciativa Science Based Targets, pelo Global Compact das Nações Unidas e pela We Mean Business Coalition, com o objetivo de instar os governos de todo o mundo a integrar a ação climática nos seus planos de recuperação económica pós-pandemia de Covid-19.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae Sierra poupa 15 milhões de euros ao adotar medidas sustentáveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião