Operação comercial da TAP ainda está a 50% da capacidade

A operação comercial da TAP ainda está a 50% da capacidade total da transportadora aérea, em comparação com os níveis de 2019, segundo refere a nova CEO numa comunicação aos clientes.

A nova presidente executiva da TAP, que assumiu o cargo a 25 de junho, revela numa mensagem enviada aos clientes esta terça-feira que a operação comercial da transportadora aérea ainda está “aproximadamente” a 50% da capacidade total que tinha em 2019. Na mensagem, a gestora francesa diz ainda estar “honrada pela confiança” depositada para gerir a TAP.

Neste momento, estamos a retomar a nossa operação comercial com aproximadamente 50% da nossa capacidade, comparativamente aos níveis de 2019“, escreve Christine Ourmières-Widener no texto enviado aos clientes da empresa que agora gere. O desejo da nova CEO da TAP é que a pandemia “seja contida muito em breve” graças à vacinação e que “as fronteiras sejam plenamente abertas”.

Aos clientes, agradece o “apoio e lealdade” num período de dificuldade em que sentiram o impacto dos “muitos voos cancelados”. “Desde o início desta crise, a TAP respondeu a mais de 93% do total dos pedidos dos seus clientes, entre os quais pedidos de reembolso“, garante a CEO, assegurando que o foco é responder aos pedidos “o mais rápido possível”.

A TAP aguarda há seis meses pela “luz verde” da Comissão Europeia ao seu plano de reestruturação. Questionada recentemente pelo ECO, a Comissão Europeia mantém que “continua a contactar as autoridades portuguesas sobre o plano de reestruturação da empresa” e que “a avaliação está em curso”. Também não se compromete com qualquer calendário: “Não podemos antecipar o momento ou o resultado da nossa avaliação”.

Entretanto, a redução de pessoal está em curso com acordos individuais e posteriormente um despedimento coletivo de cerca de 200 trabalhadores e o novo conselho de administração, com o chairman Manuel Beja e a CEO Christine Ourmières-Widener, já tomou posse.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Operação comercial da TAP ainda está a 50% da capacidade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião