“Prioridade” é reestruturar a TAP. “Vamos superar os desafios juntos”, diz a nova CEO

Christine Ourmières-Widener assumiu funções na companhia aérea e, no primeiro dia, enviou uma mensagem aos trabalhadores em que explica ter como prioridade a implementação do plano de reestruturação.

“Olá, o meu nome é Christine Ourmieres-Windener”. Foi em português que a nova CEO da TAP dirigiu as primeiras palavras aos trabalhadores. Numa mensagem em vídeo, a que o ECO teve acesso, a francesa continua (já em inglês) explicando que os primeiros dias em funções serão usados para visitar todas as instalações da companhia aérea. Reconhece as dificuldades que se avizinham, diz que a reestruturação é “prioridade”. É um desafio que, acredita, “vamos superar juntos”.

“Para começar, gostaria de dizer que estou bem ciente de que a Covid-19 tem sido e continuará a ser um desafio para a nossa indústria e que o último ano foi particularmente difícil para a TAP e para os seus trabalhadores e que estamos a viver um momento crucial para a TAP, que vamos superar juntos tal como os outros desafios no passado. É por isso que acredito que é muito importante que demos continuidade à estratégia geral e à implementação do plano de reestruturação”, diz a gestora na mensagem em vídeo.

"Acredito que é muito importante que demos continuidade à estratégia geral e à implementação do plano de reestruturação.”

Christine Ourmieres-Windener

CEO da TAP

A francesa foi aprovada esta quinta-feira pelos acionistas da TAP, juntamente com os restantes órgãos sociais, para um mandato no quadriénio 2021-2024. Logo no dia seguinte já está a trabalhar e irá visitar estações, bases, áreas e escritórios e encontrar-se com trabalhadores, mas também com clientes, parceiros de negócios, stakeholders e acionistas para ouvir a perceção que têm do negócio.

Ourmieres-Windener chega à TAP numa altura em que a empresa espera a aprovação do plano de reestruturação por Bruxelas, que foi proposto pelas autoridades portuguesas em contrapartida pelo apoio público recebido e a receber nos próximos três anos. “Tenho consciência de que existem muitos desafios no plano de reestruturação. Existem dificuldades, mas também muitas oportunidades no nosso caminho, durante os próximos anos. Aguardamos a aprovação do plano de reestruturação pela Comissão Europeia. A sua implementação será a nossa prioridade“, diz.

Apesar de o Governo ter inicialmente apontado para uma resposta de Bruxelas ainda no primeiro trimestre do ano, o documento continua em estudo. O elevado volume de casos em análise (devido à pandemia) ou a contestação judicial por parte da Ryanair poderão estar entre as razões para a demora. Já se sabe (e em parte já estão a ser implementados) que contará com cortes de custos na massa salarial e na operação, mas ainda não são conhecidos os remédios impostos pela Autoridade da Concorrência.

A nova CEO explica que irá comunicar com mais pormenores, nos próximos meses, as diferentes etapas do plano, sublinhando que todos os colaboradores da TAP vão desempenhar um “papel chave” na sua concretização.

"Este é um grande negócio formado por grandes pessoas, com muito conhecimento e profissionalismo. Tenho certeza de que juntos teremos sucesso e alcançaremos os nossos resultados.”

Christine Ourmieres-Windener

CEO da TAP

“A indústria da aviação é muito competitiva e vivemos tempos desafiantes, mas iremos emergir mais fortes com um fortíssimo foco nos nossos clientes, uma ânsia incisiva de abraçar desafios e de executar mudanças e inovações um respeito e envolvimento de todos os stakeholders com uma visão partilhada de um negócio renovado e de sucesso, o orgulho de Portugal e, claro, com uma vontade de tomar decisões arrojadas. Este é um grande negócio formado por grandes pessoas, com muito conhecimento e profissionalismo. Tenho certeza de que juntos teremos sucesso e alcançaremos os nossos resultados“, afirma no vídeo.

Com 56 anos de idade e mais de 30 de experiência no setor da aviação, Ouirmières-Widener é formada em engenharia aeronáutica e um MBA pela francesa Essec Business School. Passou grande parte da carreira na Air France, tendo mais recentemente desempenhado funções de CEO da Flybe, a maior companhia aérea regional low cost a operar no Reino Unido.

(Notícia atualizada às 11h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Prioridade” é reestruturar a TAP. “Vamos superar os desafios juntos”, diz a nova CEO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião