Veterana da aviação, expert em situações de crise. É assim Christine, a nova CEO da TAPpremium

A francesa é mãe e tem a família como pilar, mas começa cedo a trabalhar (sempre depois do ginásio). Vê como prioridade ser próxima dos trabalhadores e chega à companhia para liderar a reestruturação.

" Uma crise é uma boa oportunidade para qualquer indústria mudar mais rápidoe acelerar a transformação digital". Foi assim que Christine Ourmières-Widener respondeu quando questionada pelos headhuntersda Gordon & Eden sobre o que a entusiasma mais em relação à aviação. Especializada em crises e reestruturações, a gestora francesa assume funções de CEO da TAP numa altura em que a companhia passa exatamente por uma fase de transformação. Nascida em Avigon, no sul de França, há 56 anos, Ouirmières-Widener é formada em engenharia aeronáutica, tem um MBA pela francesa Essec Business School e mais de 30 anos no setor dos transportes. A primeira experiência (e uma das mais marcantes) foi na Air France, onde chegou em 1988. Na altura, entrou para a equipa de manutenção do Concorde, o avião

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos