José Sócrates não vai já a julgamento

  • ECO
  • 9 Julho 2021

Tribunal coletivo envia Operação Marquês de volta para Ivo Rosa, abre processo autónomo apenas para os crimes pelos quais vai julgar Sócrates e decide esperar por recursos.

Vai demorar, pelo menos, meio ano até José Sócrates e Carlos Santos Silva serem julgados pelos crimes de que estão indiciados na Operação Marquês. Isto porque, de acordo com o Expresso (acesso pago), o tribunal coletivo responsável pelo caso decidiu aguardar que sejam esgotadas as possibilidades de recurso, depois de o juiz Ivo Rosa ter rejeitado as nulidades e irregularidades levantadas pela defesa e pelo Ministério Público.

Contrariamente ao que aconteceu com Armando Vara e Ricardo Salgado, que já começaram a ser julgados, Sócrates e Santos Silva — dois arguidos principais –, deverão esperar mais tempo. O tribunal coletivo presidido pela juíza Margarida Alves, a quem foi distribuído o julgamento de ambos, não marcou nenhuma data, uma vez que prefere esperar pelo trânsito em julgado da decisão do juiz de instrução Ivo Rosa, tomada a 4 de junho.

Tanto Sócrates, como Santos Silva, como o Ministério Público pediram a anulação (embora por motivos diferentes) da pronúncia pelos seis crimes de branqueamento de capitais e falsificação de documentos, mas Ivo Rosa decidiu que essa parte da decisão instrutória é irrecorrível e, por isso, não fazia sentido adiar a remessa do processo para julgamento. Agora, Margarida Alves veio dizer que o próprio despacho final de 4 de junho de Ivo Rosa é suscetível de recurso, o que poderá significar mais de seis meses de espera.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

José Sócrates não vai já a julgamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião