Infarmed investiga vacinas da Janssen depois de episódios de desmaios

  • Lusa
  • 15 Julho 2021

Investigação acontece "no seguimento dos casos de reações adversas (síncope), notificados com a vacina da Janssen, no centro de vacinação de Mafra".

O Infarmed está a investigar a qualidade de vacinas da Janssen disponibilizadas no Centro de Vacinação Covid-19 de Mafra depois de utentes terem desmaiado após a toma da vacina da Janssen.

Num curto comunicado enviado para as redações, a autoridade nacional do medicamento explica que as medidas surgem “no seguimento dos casos de reações adversas (síncope), notificados com a vacina da Janssen, no centro de vacinação de Mafra“.

Segundo aquela autoridade de saúde, “não foram reportados, até à presente data, suspeitas de defeito de qualidade deste lote noutros centros de vacinação em que o mesmo está a ser utilizado”.

“O Infarmed decidiu dar início a um processo de investigação da qualidade das unidades remanescentes da vacina naquele local de vacinação, assim como, suspender este lote até as devidas averiguações estarem concluídas”, acrescenta.

Esta quinta-feira, o presidente do Infarmed confirmou a abertura de uma investigação que foi aberta de “imediato” e por precaução, uma vez que as situações “coincidiram no tempo e num local único”. “Estamos neste momento a desenvolver a recolha da informação através das ARS e contamos o mais breve possível ter os dados que nos permitam retirar as dúvidas que aqui possam existir“, sublinha Rui Ivo, em declarações à Antena 1.

Nesse sentido, o regulador do medicamento espera ter mais informação sobre o sucedido ainda hoje, por forma a “ultrapassar este constrangimento no processo de vacinação”, realça o presidente.

Os últimos números oficiais indicam que mais de 42% dos portugueses já têm a vacinação completa e 60% já tomou pelo menos uma dose. Só esta semana foram administradas mais de um milhão de doses, o valor mais alto desde o início da campanha de vacinação contra a covid-19.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 4.053.041 mortos em todo o mundo, entre mais de 187,7 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse. Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.182 pessoas e foram registados 916.559 casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

(Notícia atualizada às 10h31 com as declarações do presidente do Infarmed)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Infarmed investiga vacinas da Janssen depois de episódios de desmaios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião