Continente já está a vender autotestes por 2,79 euros a unidade

Retalhista da Sonae vende os testes rápidos de antigénio na modalidade de autoteste produzidos pela Genrui Biotech. Custam 2,79 euros a unidade e podem ser comprados em todas as lojas Continente.

A partir desta sexta-feira já é possível comprar autotestes de diagnóstico da Covid-19 nos super e hipermercados. Nas lojas Continente, estes testes são vendidos por 2,79 euros a unidade.

Em causa estão os testes rápidos de antigénio na modalidade de autoteste produzidos pela fabricante sul coreana Genrui Biotech. Nesse sentido, o grupo Sonae informa, em comunicado, que estes testes “podem ser adquiridos em todas as lojas Continente do país – Continente, Modelo e Bom Dia”, por um custo de 2,79 euros por teste.

Além disso, o grupo sublinha que este kit individual “pode ser armazenado entre 2ºC e 30 ºC e é válido durante 18 meses se a embalagem de alumínio permanecer selada”. Estes testes podem ser realizados por qualquer cidadão, “inclusive crianças, sendo a sua venda permitida apenas a maiores de 18 anos”, relembra a Sonae.

Esta sexta-feira, entrou em vigor o decreto-lei que autoriza a venda de autotestes em super e hipermercados. Desde o início de abril que o Governo permite que os autotestes possam ser adquiridos por pessoas com mais de 18 anos, sem a supervisão de um profissional de saúde, nas farmácias ou outros locais autorizados à venda de medicamentos não sujeitos a receita médica.

Esta medida vem agora alargar os espaços de venda dos autotestes, tendo em conta a necessidade de testes negativos à Covid-19, para quem não tem ainda um certificado digital válido, no acesso a espaços de restauração — a partir das 19h00 de sexta-feira e durante todo o dia aos sábados, domingos e feriados — e à hotelaria.

Os autotestes permitem resultados em 15 a 30 minutos, sendo que só em junho é que estes testes passaram a integrar a estratégia nacional de testagem. No entanto, na atualização à norma, publicada a 7 de junho, a DGS sublinha que sua utilização não substitui, mas complementa, a utilização dos restantes testes laboratoriais para SARS-CoV2, pelo que “não devem ser considerados como testes de diagnóstico em pessoas com suspeita de infeção por SARS-CoV-2 (pessoas sintomáticas) ou pessoas com contactos com casos confirmados de Covid-19”. Nestes casos, o utente deve contactar o SNS24 independentemente do resultado do teste.

De acordo com as recomendações das autoridades de saúde, os utentes que tenham um autoteste positivo ou inconclusivo devem, depois de registarem na plataforma o respetivo resultado, contactar a linha SNS24 e seguir as orientações emanadas pelos profissionais de saúde. Já no caso de o resultado ser negativo, os utentes devem apenas comunicar o resultado na plataforma online.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Continente já está a vender autotestes por 2,79 euros a unidade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião