Telemóvel de Macron é um dos alvos do caso de espionagem Pegasus

  • ECO
  • 20 Julho 2021

O telemóvel do presidente francês, e de mais 13 líderes políticos, sete ainda no poder, aparecem na lista de potenciais alvos de espionagem no caso Pegasus.

O telemóvel do presidente francês Emmanuel Macron, e de mais 13 líderes políticos, sete ainda no poder, aparecem na lista de potenciais alvos de espionagem ao usar o sistema Pegasus, um programa criado pela empresa israelita NSO, avançou o Le Monde.

A presidência francesa disse que “se as revelações sobre o telefone de Macron estar sob escuta forem verdadeiras, são muito sérias“. O jornal francês disse ainda que o ex-primeiro-ministro francês Edouard Philippe e 14 ministros também tinham sido visados em 2019.

Os dirigentes que aparecem na lista incluem os presidentes do Iraque, Barham Salih, e da África do Sul, Cyril Ramaphosa, além do rei do Marrocos, Mohammed VI. Entre os primeiros-ministros está o ImramKhan, do Paquistão, MostafaMadbouly, do Egito e Saad-EddineElOthmani, de Marrocos.

Neste lista está ainda sete ex-primeiros-ministros, entre eles Saad Hariri, do Líbano, Ruhakana Rugunda, de Uganda, e Charles Michel, da Bélgica, atual presidente do Conselho Europeu.

Pelo menos 37 contactos foram infiltrados pelo programa de ‘software’, envolvendo jornalistas, ativistas dos direitos humanos e políticos de países como o México, Índia, Hungria e Marrocos. No entanto, o grupo NSO nega as informações a jornalistas e ativistas.

O Pegasus foi projetado para perseguir criminosos e terroristas e está restrito a um número limitado de governos e agências governamentais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Telemóvel de Macron é um dos alvos do caso de espionagem Pegasus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião