Banco de Portugal publica Relatório de Sustentabilidade. Já tem energia 100% verde e quer mais financiamento sustentável

O primeiro relatório de Sustentabilidade do Banco de Portugal foi preparado de acordo com as normas internacionais de referência definidas pela Global Reporting Iniciative.

O Banco de Portugal publicou recentemente o seu primeiro Relatório de Sustentabilidade, no qual dá conta do seu desempenho na promoção do desenvolvimento sustentável, entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020, com base nos temas identificados como mais importantes pelos seus stakeholders.

No documento, a instituição financeira dá conta que celebrou já no ano passado um contrato de fornecimento de energia elétrica 100% verde, que participou na criação do primeiro fundo de investimento em obrigações verdes do Banco de Pagamentos Internacionais e subscreveu unidades de participação desse fundo, e ainda publicou o Compromisso do Banco de Portugal para a Sustentabilidade e o Financiamento Sustentável.

Além disso, aderiu também ao Compromisso Lisboa Capital Verde 2020, no âmbito do qual assumiu a responsabilidade de implementar até 2030 dez ações em áreas-chave para o combate às alterações climáticas.

Outra das iniciativas passou por “robustecer regras e procedimentos em matéria de governação interna”, através de: um “pacto de não concorrência”; uma política sobre ofertas; princípios de conformidade e de ética e conduta aplicáveis a todas as entidades que lhe fornecem bens ou serviços; um plano de gestão de riscos de corrupção e infrações conexas; e uma política e um plano de proteção de dados;

no contexto da crise pandémica, o Banco de Portugal reforçou as ações de informação e de formação financeira, estatística e económica, com destaque para as ações de comunicação sobre as moratórias e sobre os serviços de pagamento eletrónicos, bem como o protocolo assinado com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social para a promoção dos serviços mínimos bancários;

Por fim, desenvolveu também projetos de responsabilidade social e voluntariado e implementou medidas excecionais de proteção dos trabalhadores no contexto da pandemia, obtendo a certificação “Global Safe Site”, atribuída pelo Bureau Veritas.

O primeiro relatório de Sustentabilidade do banco de Portugal foi preparado de acordo com as normas internacionais de referência para o reporte de sustentabilidade, definidas pela Global Reporting Initiative.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Portugal publica Relatório de Sustentabilidade. Já tem energia 100% verde e quer mais financiamento sustentável

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião