Onde se ganha mais e menos em Portugal? Descubra aqui

Em Portugal, os rendimentos subiram de forma generalizada antes da pandemia, em 2019. Contudo, continuam a haver grandes divergências territoriais. Veja em que concelho se ganha mais e menos.

Quase oito mil euros anuais. É esta a diferença do rendimento entre o concelho onde mais se ganha e o concelho onde menos se ganha. O primeiro é Oeiras, no distrito de Lisboa, com 14.009 euros anuais. O último é Resende, no distrito de Viseu, com um salário médio anual de 6.299 euros. Os dados foram divulgados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e mostram quanto se ganha em média em cada um dos 308 municípios de Portugal.

O mapa dos 20 concelhos com uma maior média de rendimento declarado (a fonte de informação são as notas de liquidação do IRS) mostra bem a desigualdade interior versus litoral, ainda que com algumas exceções como Évora (onde fica o Parque da Indústria Aeronáutica, com a Embraer) e Castro Verde. Já nos 20 concelhos com uma menor média de rendimento a tendência é clara: concentram-se todos (à exceção de uma no arquipélago dos Açores) no interior norte do país.

Fonte: Instituto Nacional de Estatística.

O mapa com todos os concelhos mostra bem as diferenças entre o litoral e o interior, assim como entre o norte e sul, apesar de, claro, haver várias exceções. O valor mediano nacional em 2019 era de 9.539 euros, o que corresponde a 681,4 euros mensais (a 14 meses) brutos, pouco mais do que o salário mínimo (665 euros em 2021). Há 65 municípios acima desse limiar e 42 concelhos acima de 10 mil euros anuais.

Fonte: Instituto Nacional de Estatística.

Estas estatísticas estão em desenvolvimento, sendo divulgadas há apenas três anos pelo INE. A fonte de informação são os dados fiscais anonimizados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) relativos à nota de liquidação do IRS, ou seja, só contempla os rendimentos declarados ao fisco. Estes valores referem-se ao rendimento bruto, isto é, antes de ser cobrado o IRS e a Segurança Social (TSU). Para ver os dados concelho a concelho pode consultar este excel do INE no separador “Dados_2019”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Onde se ganha mais e menos em Portugal? Descubra aqui

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião