Ryanair procura tripulantes de cabine em Portugal

Questionada pela Pessoas sobre o número de vagas, a companhia aérea que "ainda não foram tomadas decisões finais sobre a distribuição das aeronaves".

A Ryanair anunciou uma “grande campanha de recrutamento” para tripulantes de cabine para as suas bases portuguesas, à medida que a companhia recupera da pandemia da Covid-19. A tripulação será recrutada pela Cabin Crew International, empresa parceira da Ryanair em Portugal. A companhia aérea não adiantou o número de vagas específico. “Esperamos ter um número significativo de oportunidades para tripulantes de cabine em todas as bases da Ryanair.”

“Temos o prazer de anunciar o recrutamento de tripulantes de cabine para as suas bases portuguesas, bem como para outras bases da companhia na Europa e Reino Unido. Trata-se de uma oportunidade fantástica que oferece aos candidatos a possibilidade de garantir as melhores posições no setor da aviação e na maior companhia aérea da Europa, na qual o trabalho árduo é reconhecido com rápidas oportunidades de desenvolvimento de carreira”, afirma Mark Duffy, deputy director HR – head of talent de Ryanair, em comunicado.

Questionada pela Pessoas sobre o número de vagas, a companhia aérea que “ainda não foram tomadas decisões finais sobre a distribuição das aeronaves”. “No entanto, com a nossa encomenda de 210 Boeing 737-8200 Gamechanger, e as nossas tarifas baixas que estimulam o tráfego para acelerar a recuperação da aviação europeia, esperamos ter um número significativo de oportunidades para tripulantes de cabine em todas as bases da Ryanair”, refere fonte oficial da empresa.

A companhia aérea já já começou a receber as primeiras entregas das suas novas aeronaves Boeing 737-8200, o que permitirá à Ryanair diminuir custos, bem como reduzir o consumo de combustível, ruído e CO2. “O investimento em novas aeronaves demonstra o enorme compromisso ambiental da Ryanair, reforçando a sua posição como companhia aérea mais ecológica e verde da Europa, ao mesmo tempo que cria novas oportunidades de trabalho para tripulantes de cabine”, pode ler-se.

Ainda a meio deste mês, a companhia aérea anunciou que pretende recrutar mais dois mil pilotos durante os próximos três anos, procurando repor a mão-de-obra perdida por causa da pandemia do novo coronavírus. Estes pilotos serão essenciais para dar resposta ao aumento das viagens, mas também para que a companhia de baixo custo possa colocar no ar os mais de 200 Boeing 737 Max que se prepara para receber.

A nível nacional com bases em Lisboa, Porto, Ponta Delgada e Faro, todas as oportunidades na Ryanair podem ser consultadas aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ryanair procura tripulantes de cabine em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião