Apple e setor da saúde animam Wall Street. S&P 500 atinge recorde

Ganhos no setor da saúde e da indústria impulsionaram o desempenho em Wall Street. Apple também ajudou a animar o sentimento, ao subir mais de 1%.

O dia terminou positivo em Wall Street, com as cotadas do setor da saúde a impulsionar os ganhos e a contribuir para um recorde do S&P 500. Subida de mais de 1% da Apple também ajudou a minimizar os receios dos investidores quanto ao impacto da variante Delta, que está agora a aumentar no país, nas restrições da pandemia.

Os investidores têm estado a digerir “o que tem sido uma recuperação económica muito forte consistente com a reabertura e que está a ocorrer entre os resultados das empresas”, apontou Bill Northey, do US Bank Wealth Management, à Reuters. Para além disso, existem também “preocupações com os esforços renovados de mitigação que estão a ser postos em prática em torno das novas variantes da Covid-19”.

O S&P 500 subiu 0,82% para 4.423,3 pontos, atingindo um recorde de fecho, enquanto o industrial Dow Jones ganhou 0,8% para 35.117,32 pontos. Já o tecnológico Nasdaq valorizou 0,55% para 14.761,30 pontos.

Em destaque nesta sessão estiveram as cotadas do setor da prestação de cuidados de saúde, bem como da indústria. A Johnson & Johnson, que detém a Janssen, que fabrica uma das vacinas contra a Covid-19, subiu 1,23% para os 174,39 dólares, enquanto a Caterpillar, que opera no setor da construção, avançou 1,63% para os 208,50 dólares.

Para além disso, nota para a Apple entre as principais valorizações na sessão desta terça-feira. Os títulos da fabricante do iPhone avançaram 1,26% para os 147,36 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple e setor da saúde animam Wall Street. S&P 500 atinge recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião