Cidade chinesa de Wuhan vai testar em massa após detetar variante Delta

  • Joana Abrantes Gomes
  • 3 Agosto 2021

A cidade onde surgiu o novo coronavírus no final de 2019 não reportava qualquer caso local desde maio de 2020. Agora, após detetar três casos da variante Delta, vai testar toda a população.

A cidade chinesa de Wuhan vai testar toda a sua população — um total de 12 milhões de residentes –após ter confirmado os primeiros casos da variante Delta da Covid-19, revela a Reuters.

Wuhan, local onde surgiu o novo coronavírus no final de 2019, não tinha relatado quaisquer casos locais de Covid-19 desde meados de maio de 2020, mas, na segunda-feira, as autoridades confirmaram três novos casos da variante Delta, tida como altamente transmissível.

“Para assegurar que todos na cidade estão seguros, serão rapidamente lançados testes de ácido nucleico, para que todas as pessoas possam examinar completamente os resultados positivos e as infeções assintomáticas”, disse Li Qiang, um funcionário da cidade, em conferência de imprensa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cidade chinesa de Wuhan vai testar em massa após detetar variante Delta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião