Ryanair investe 300 milhões no Aeroporto de Lisboa

Ryanair vai disponibiliza 250 voos semanais desde Lisboa, incluindo 22 novos destinos e operará 50 rotas. "Vamos operar mais voos de Lisboa para a Europa que a TAP”, realça a companhia aérea.

A Ryanair anunciou um investimento de 300 milhões de dólares (252 milhões de euros) no Aeroporto de Lisboa, onde irá alocar mais três aeronaves a partir de novembro deste ano. “Com esta ampliação, a Ryanair operará 50 rotas, mais que a TAP, e mais de 250 voos semanais desde Lisboa, incluindo 22 novas rotas para destinos em Itália, Marrocos, França, Espanha, Polónia, Reino Unido, Dinamarca, Alemanha, entre outros”, anuncia a companhia área em comunicado.

A Ryanair destaca que com este crescimento em Lisboa “apoiará a recuperação da economia e da indústria turística — ao criar 4.000 empregos indiretos na região — e melhorará a conectividade numa altura em que a TAP está a reduzir a sua rede de rotas, frota e trabalhadores”.

“A Ryanair operará mais rotas europeias de curta distância a partir de Lisboa do que qualquer outra companhia aérea neste inverno, sendo um dos maiores investidores estrangeiros na economia portuguesa, criando emprego local e contribuindo anualmente com mais de 138 milhões de euros em impostos governamentais e taxas”, destaca o diretor comercial da Ryanair, Jason McGuiness.

Fonte: Ryanair

A companhia área apela ainda à Comissão Europeia para assegurar que a “TAP deixe de acumular faixas horárias no Aeroporto de Lisboa que não pode utilizar, o que está a bloquear tanto a concorrência como a oferta dos consumidores em Lisboa”.

A Ryanair destaca que é “vital que o Governo português e a Comissão Europeia apoiem o plano de crescimento de 300 milhões de dólares, acelerando o desenvolvimento das infraestruturas aeroportuárias em Lisboa (incluindo a abertura do Montijo) e impedir a TAP de acumular faixas horárias de descolagem e aterragem no Aeroporto de Lisboa, sem qualquer benefício para os contribuintes portugueses”.

A companhia aérea irlandesa low cost Ryanair anunciou quarta-feira que transportou 9,3 milhões de passageiros em julho, mais do dobro face ao mesmo mês do ano passado. A empresa também melhorou a taxa de ocupação, que mede o número de assentos ocupados em cada voo, para 80% em julho, contra 72% em junho, quando transportou 5,3 milhões de passageiros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ryanair investe 300 milhões no Aeroporto de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião