BCP segura bolsa de Lisboa com disparo de quase 5%

O BCP valorizou em linha com a banca europeia. Lisboa terminou, contudo, a sessão no "vermelho", pressionada pela Sonae e pela Galp Energia.

O BCP foi a estrela da sessão desta quarta-feira, tendo valorizado quase 5%. Lisboa não conseguiu, ainda assim, terminar o dia acima da “linha de água”, com a Sonae e a Galp Energia a pressionarem.

O índice de referência na praça nacional, o PSI-20, fechou o dia a cair 0,21% para 5.350,610 pontos. Lisboa ficou, assim, em linha com o índice pan-europeu STOXX 600, que recuou 0,013% para 471,73 pontos, e com o alemão DAX, que desvalorizou 0,28% para 15.860,66 pontos. A contrariar, o francês CAC 40 avançou 0,18% para 6.676,48 pontos e o espanhol IBEX somou 0,32% para 8.977,40 pontos.

Por cá, foi o BCP a protagonizar os maiores ganhos. Os títulos da cotada dispararam 4,89% para 0,1309 euros, num dia em que o índice financeiro europeu subiu 1,68% para 137,49 pontos. Os investidores estiveram a reagir, assim, aos sinais positivos das economias, tendo o Banco Central Europeu admitido, esta quarta-feira, rever em alta as previsões para o PIB da Zona Euro.

Do outro lado da linha de água, a Sonae e a Galp Energia pressionaram a praça nacional. Os títulos da primeira caíram 1,24% para 0,9170 euros e os da segunda desceram 1,08% para 8,4380 euros, apesar de na sessão desta quarta-feira, em Londres, o Brent ter estado a valorizar.

Ainda no retalho, e também no “vermelho”, as ações da Jerónimo Martins desvalorizaram 0,61% para 17,945 euros. Na energia, os títulos da EDP caíram 0,63% para 17,9450 euros e os da EDP Renováveis recuaram 0,66% para 4,677 euros.

Destaque, além disso, para a Mota-Engil, cujas ações perderam 1,03% para 1,345 euros. Entre as papeleiras, os títulos da Altri desvalorizaram 0,37% para 5,32 euros e os da Navigator recuaram 0,39% para 3,042 euros, enquanto os da Semapa avançaram 0,45% para 4,505 euros.

(Notícia atualizada às 17h09)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP segura bolsa de Lisboa com disparo de quase 5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião