Mais 13 mortes e 1.713 infeções por Covid-19

Desde o início da pandemia, o país soma 1.045.857 casos e 17.785 mortes por Covid-19. Até ao momento, contam-se 985.714 pessoas recuperadas da doença.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 1.713 novos casos de infeção por coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 1.045.857 o número de infetados desde o início da pandemia. O boletim deste sábado indica ainda que morreram mais 13 pessoas com a doença, perfazendo um total de 17.785 óbitos.

Entre os infetados, a grande maioria está a fazer o tratamento em casa. As hospitalizações baixaram, sendo que 664 pessoas estão internadas em unidades hospitalares (menos 17), das quais 139 (mais três) nos cuidados intensivos.

No que diz respeito aos casos ativos, estes situam-se nos 42.358, menos 951 do que na sexta-feira. Já o número de recuperados está, atualmente, nos 985.714, mais 2.651 pessoas face ao balanço anterior.

Há também 42.869 portugueses sob vigilância das autoridades de saúde (menos 651 que no boletim anterior), por terem estado em contacto com outras pessoas entretanto diagnosticadas com a doença.

Boletim epidemiológico de 4 de setembro

A maioria das novas infeções registadas nas últimas 24 horas concentrou-se em Lisboa e Vale do Tejo. Dos 1.713 novos casos registados em todo o país, 630 foram nesta região, enquanto o Norte contabilizou 553. Cinco das 13 mortes foram em Lisboa e Vale do Tejo e uma no Norte.

Seguem-se as regiões do Centro (+250 casos e duas mortes), do Algarve (+172 casos e quatro mortes) e do Alentejo (+77 casos e zero mortes). A Madeira (+24 e zero mortes) e os Açores (+7 e zero mortes) registam os valores mais baixos.

Até ao momento, Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais casos e mortes registados até ao momento (405.494 casos de infeção e 7.605 mortes), seguindo-se o Norte (402.386 casos e 5.515 mortes), o Centro (139.518 casos e 3.102 mortes), o Alentejo (37.617 casos e 1.008 mortes) e o Algarve (40.456 casos e 442 mortes). Nas ilhas, os Açores registam 8.575 casos e 41 mortos, enquanto a Madeira regista 11.811 casos e 72 vítimas mortais.

Esta sexta-feira, a DGS atualizou a matriz de risco, indicando que o valor do Rt, que mostra quantas pessoas cada infetado contagia em média, está em 0,96 a nível nacional e em 0,97 no continente. Trata-se, portanto, de um ligeiro recuo face ao anterior balanço (estava em 0,98 a nível nacional e em 0,99 no continente), o que coloca Portugal na “zona laranja” da matriz de risco do Governo.

Também a incidência (média de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias) caiu ligeiramente, estando agora em 295,5 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e em 302,6 casos por 100 mil habitantes no continente (na última atualização anterior estes valores eram 303,5 por 100 mil habitantes e 310,2 por 100 mil habitantes, respetivamente).

(Notícia atualizada às 16h20 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais 13 mortes e 1.713 infeções por Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião