Açores pagam 1% por 435 milhões a 15 anos

  • ECO
  • 20 Setembro 2021

Apesar da turbulência nos mercados por causa da Evergrande, a Região dos Açores emitiu 435 milhões de euros em dívida a 15 anos. Operação contou com uma taxa de juro de cerca de 1%.

O governo dos Açores foi esta segunda-feira ao mercado financiar-se em 435 milhões de euros através da emissão de obrigações a 15 anos. Vai pagar um juro superior a 1% por estes títulos com maturidade em setembro de 2036.

A operação contou com um prémio de 52 pontos base acima da taxa de juro das obrigações portugueses no mesmo prazo, de acordo com o site de informação financeira IFR. A taxa da dívida portuguesa a 15 anos negociava em torno dos 0,56% esta segunda-feira.

A procura dos investidores superou os 580 milhões de euros, segundo a mesma fonte.

A emissão decorreu num dia de forte turbulência nos mercados por causa dos receios em torno do default do gigante do imobiliário chinês Evergrande. As bolsas europeias encerraram com perdas de 2% esta segunda-feira.

Por outro lado, foi a primeira emissão de uma entidade portuguesa depois de a agência Moody’s ter subido o rating da República de Portugal em um nível, de Baa3 para Baa2, deixando o outlook estável.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Açores pagam 1% por 435 milhões a 15 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião