Nasdaq cai 1% pressionado pela subida dos juros da dívida nos EUA

As bolsas norte-americanas abriram a perder, com as cotadas ligadas ao setor tecnológico a pressionarem o desempenho do Nasdaq e do S&P 500. Subida das yields nos EUA castiga praças.

Wall Street abriu a sessão desta terça-feira no “vermelho”, com os “pesos pesados” da tecnologia sob pressão na sequência da subida dos juros da dívida nos Estados Unidos da América.

O índice de referência S&P 500 perde 0,66% para 4.413,63 pontos, enquanto o industrial Dow Jones desvaloriza 0,27% para os 34.774,59 pontos. Ao mesmo tempo, o tecnológico Nasdaq continua a ser o mais penalizado, ao recuar 1,11% para 14.803.76 pontos. Em contrapartida, industrial Dow Jones ganha % para os pontos.

A subida das taxas de juro das Obrigações ao Tesouro norte-americanas continua a pressionar os mercados acionistas, com as tecnológicas a serem as mais penalizadas. A yield das obrigações a dois anos atingiu máximos de 18 meses, segundo a Reuters.

Esta subida está relacionada com os receios relativos às taxas de juro mais altas e ao aumento da inflação, penalizando sobretudo os títulos de alto crescimento. A secretária de Estado do Tesouro, Janet Yellen, veio admitir esta terça-feira que o teto da dívida nos EUA pode ser atingido a 18 de outubro, caso não sejam esgotados os meios necessários, isto é, um eventual retirar do teto ou o aumento desse limite.

Os investidores estão ainda atentos às declarações de vários responsáveis da Reserva Federal norte-americana, depois de, na semana passada, Jerome Powell ter revelado que o organismo poderá dar início à retirada dos estímulos “em breve”. O responsável discursa esta terça-feira no Senado, sendo que já veio avisar que o aumento de preços e as dificuldades de contratação das empresas na sequência da retoma económica podem ser “mais duradouros do que o previsto”.

Entre os “pesos pesados” da tecnologia que estão a ser mais castigados nesta sessão está a Apple, cujos títulos recuam 1,61% para 143,03 dólares. Ao mesmo tempo, a Alphabet, dona da Google, cede 2,05% para os 2.772,01 dólares, enquanto a Amazon desvaloriza 1,76% para 3.345,73 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nasdaq cai 1% pressionado pela subida dos juros da dívida nos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião