Vendas de carros elétricos em recorde. Quem vende mais?

Vendas de carros elétricos estão a disparar. Setembro foi batido o recorde de vendas mensal, sendo que a UVE aponta para um novo máximo histórico no acumulado do ano.

Numa altura em que se assiste a uma escalada dos preços dos combustíveis — que o Governo pretende travar com a limitação das margens de comercialização, mas não com uma revisão da fiscalidade –, mas também há uma maior consciência sobre a necessidade de reduzir as emissões de gases poluentes, cresce a procura por automóveis elétricos e eletrificados. De tal forma que estão a ser atingidos recordes de vendas no caso dos 100% elétricos.

“Em setembro de 2021 foi batido o recorde mensal de vendas de veículos 100% elétricos em Portugal, registando-se uma variação homóloga de 100%”, diz a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos. Ao todo, foram comercializados 1.551 veículos elétricos no mês de setembro, sendo o crescimento das vendas destes modelos sinal de “um cada vez maior interesse por parte dos compradores em veículos mais limpos e sem emissões de qualquer tipo de gases”, acrescenta a UVE”.

Assiste-se a um maior apetite por modelos elétricos, sem emissões, mas também sem o elevado custo dos combustíveis dos modelos com motor a combustão. Mas esta é também “uma clara resposta da procura à oferta cada vez maior de novos modelos elétricos em comercialização no país”, segundo a associação, que diz que nos nove meses de 2021 já se venderam 19.673 veículos elétricos. E “seguramente atingiremos um novo recorde anual de vendas”.

Boa parte destes 19.673 veículos elétricos foi comercializada por apenas uma marca, a Tesla. A fabricante de automóveis de Elon Musk teve mais um mês de fortes vendas, de tal forma que conseguiu superar o patamar do milhar de automóveis registados no mercado nacional. Segundo dados da ACAP, foram comercializados 321 unidades no último mês, elevando o total para 1.031 veículos, representativos de 5,24% do total em Portugal.

A Tesla volta assim a liderar este segmento do mercado, beneficiando em grande parte do sucesso que o Model 3 tem tido no mercado português, mas também da chegada ao mercado do seu mais recente modelo, o Model Y, um pequeno SUV derivado do 3. Vem juntar-se ao 3, ao Model S e também ao Model X.

Alargou a vantagem no ranking das vendas frente à Nissan que até perdeu a segunda posição do pódio para a Peugeot, fabricante francesa que tem vindo a eletrificar os seus modelos, sendo o 208 elétrico aquele que mais destaque tem tido.

A Renault fica logo atrás da Nissan, numa altura em que ao Renault Zoe a marca gaulesa vai juntando outros elétricos, como o Twingo, seguida pela Hyundai, que tal como a Volkswagen já está acima da fasquia do meio milhar de vendas de veículos 100% elétricos desde o início do ano.

Um em cada quatro carros é eletrificado

Assiste-se a um forte aumento nas vendas de veículos elétricos, isto quando o mercado automóvel como um todo continua a tentar recuperar dos efeitos da pandemia, seja o travão às vendas derivado dos confinamentos, seja a escassez de automóveis para vender por causa da crise dos semicondutores.

Há uma ascensão nas vendas dos 100% elétricos, mas regista-se também um aumento, ainda que mais ligeiro, na comercialização de veículos eletrificados, nomeadamente de híbridos plug-in. “Contabilizando as duas tipologias, os ligeiros de passageiros cresceram 40%, sétimo mês consecutivo de ganhos, registando um crescimento anual de 59,8%”, segundo a UVE.

Perante este crescimento, que tem sido alimentado por uma oferta cada vez maior das fabricantes de automóveis, a associação salienta o “aumento consolidado da quota de mercado quer anual, com novo recorde de 17,3% de quota de mercado, quer mensal, com uns fantásticos 25%, também novo recorde“. Ou seja, um em cada quatro automóveis novos vendidos no nono mês do ano tinha algum tipo de eletrificação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vendas de carros elétricos em recorde. Quem vende mais?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião