Falta de chips corta produção de carros em 7,1 milhões

  • Carolina Bento
  • 20 Agosto 2021

A escassez de chips vai levar a cortes significativos na produção de automóveis em todo o mundo. Crise vai continuar até ao segundo trimestre de 2022.

A escassez de semicondutores vai levar à produção de menos 7,1 milhões de carros em todo o mundo, segundo o relatório da IHS Markit. Os impactos da crise vão estender-se até 2022 e apenas se preveem melhorias a partir de junho do próximo ano. “O ponto em que esperamos a estabilização da oferta” acontecerá no segundo trimestre de 2022, segundo prevê o IHS Markit, “com os esforços de recuperação a começarem apenas a partir do segundo semestre” do mesmo ano.

Estas previsões não incluem o anúncio recente da Toyota: a empresa pretende reduzir a produção em 40%, ao pôr um travão temporário no trabalho de 14 fábricas. A pandemia e os seus efeitos na indústria são os principais culpados. “Especialmente no sudeste da Ásia, a disseminação da Covid-19 está a afetar os nossos fornecedores locais”, explicou, Kazunari Kumakura, diretor do Grupo de Compras da Toyota.

Mark Fulthorpe e Phil Amsrud, analistas da IHS Marki, admitem que o setor ainda enfrenta muitos desafios. Muitas dessas barreiras são resultado do encerramento de fábricas produtoras de chips, devido às baixas taxas de vacinação e os números elevados de infetados com Covid-19 em países do sudeste asiático. “Estamos a observar uma volatilidade adicional provocada pelas medidas de bloqueio na Malásia (motivadas pela Covid-19), onde muitas operações de teste e empacotamento de chips estão a ser realizadas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Falta de chips corta produção de carros em 7,1 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião