ARAN avisa que subida dos combustíveis pode encerrar muitas empresas de rebocadores

  • Lusa
  • 8 Outubro 2021

A ARAN salienta que o aumento ‘exponencial’ dos custos desta atividade, dando como exemplo o preço dos combustíveis, que pesam pelo menos 50% nos custos gerais destas empresas.

A Associação Nacional do Ramo Automóvel alertou esta sexta-feira para o risco de encerramento de muitas empresas de serviço de pronto-socorro perante o aumento dos custos, como combustíveis, sem atualização de preços pelas empresas de assistência em viagem.

Em comunicado, em que refere os “dias dramáticos” que estão a ser vividos pelas empresas de ‘rebocadores’, a Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN) salienta o aumento ‘exponencial’ dos custos desta atividade, dando como exemplo o preço dos combustíveis, que pesam pelo menos 50% nos custos gerais destas empresas segundo os resultados de um estudo que encomendou a uma entidade externa.

A ARAN destaca que a subida desta fatura tem acontecido sem que “estas empresas tenham acesso a qualquer medida de alívio por parte do Governo ou que os preços sejam atualizados”.

“Os custos de desenvolvimento desta atividade vêm aumentando exponencialmente ao longo dos últimos anos, sendo que, de acordo com a informação que estes profissionais vão confidenciando à ARAN, os preços pagos pelos serviços não têm sofrido qualquer atualização positiva por parte das empresas de assistência em viagem, falando-se mesmo em atualização, mas no sentido de baixar os preços dos serviços”, refere o comunicado.

Para a ARAN, o Governo e as empresas de assistência em viagem não podem continuar “a fazer de conta que o problema não existe”, avisando que a manutenção deste quadro levará ao encerramento de muitas empresas e à perda de muitos postos de trabalho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ARAN avisa que subida dos combustíveis pode encerrar muitas empresas de rebocadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião