Crise política será “responsabilidade” do primeiro-ministro, diz Poiares Maduro

  • ECO
  • 22 Outubro 2021

Para Miguel Poiares Maduro, a geringonça criou uma bipolarização no país. Sobre as eleições diretas do PSD, ainda não escolheu qual o candidato em que votará, nem sequer se irá apoiar algum deles.

Miguel Poiares Maduro responsabiliza o primeiro-ministro caso haja uma crise política em Portugal. Em entrevista conjunta ao Diário de Notícias (acesso pago) e TSF (acesso livre) desta sexta-feira, o ex-ministro do Governo de Passos Coelho diz que António Costa “sempre fechou a porta ao regresso de uma política em Portugal focada e ancorada no centro”.

“[…] Se tivermos crise política a responsabilidade é do primeiro-ministro. Não é apenas dos parceiros que lhe foram dando apoio político”, afirmou Poiares Maduro, justificando que foi o chefe do Executivo que “criou as condições para depender desses dois partidos radicais e extremistas”, em referência ao Bloco de Esquerda e ao PCP. Para o ex-ministro e agora professor universitário, a coligação do Governo PS com bloquistas e comunistas (apelidada de “geringonça”) criou “uma bipolarização em Portugal que a tornou dependente num quadro político fragmentado dos extremos políticos”.

Questionado ainda sobre o caminho que o PSD precisa de fazer para regressar ao poder, Poiares Maduro aponta como primeira condição “demonstrar que quer reformar o sistema político” e, a segunda, “ter uma mensagem muito ambiciosa em relação ao país”. Entre Rui Rio e Paulo Rangel, candidatos à liderança social-democrata nas diretas do partido, agendadas para 4 de dezembro, ainda não tomou nenhuma decisão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crise política será “responsabilidade” do primeiro-ministro, diz Poiares Maduro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião