Génesis by Liberty estreia-se em Portugal com proposta no ramo automóvel

  • ECO Seguros
  • 25 Outubro 2021

A seguradora lança nova marca, que é também o primeiro canal de venda direta em Portugal um ano depois de anunciar investimento de 100 milhões para operar os negócios na cloud.

A Génesis Automóvel é a proposta de estreia da nova marca de venda direta disponibilizado pela seguradora Liberty em Portugal, parte da Liberty Mutual integrada na Liberty Europa (Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte).

Com a marca Génesis by Liberty Seguros “queremos aumentar a visibilidade e a força da marca Liberty tendo como principal objetivo tornarmo-nos na seguradora número um junto dos consumidores. O novo canal de venda direta é sobretudo dirigido a novos clientes que optam por soluções online. Com o canal de venda direta, a Liberty conseguirá chegar a todo o tipo de público, sem que nenhum dos canais de distribuição perca valor e importância”, explicou Jesus Nuñez, Líder de Vendas e Distribuição da Liberty Seguros na Europa.

O novo canal inicia a sua atividade com a oferta do seguro Génesis Automóvel, válido para veículos ligeiros de passageiros, para clientes individuais e através de apólices anuais. As franquias são fixas e são oferecidas novas coberturas como Proteção de animais domésticos; Cadeiras de transporte para crianças; escolha de oficina e extensão territorial RC (Responsabilidade Civil).

A nova plataforma resulta do investimento de 100 milhões de euros em tecnologia, o maior da empresa nos últimos anos, para desenvolver um ecossistema digital na cloud pública – um conceito completamente disruptivo na indústria, no qual todos os processos relacionados com a comercialização e gestão de seguros “são levados a cabo de forma simplificada”. Na Liberty, “a transformação digital já era um compromisso claro para o negócio da empresa antes do contexto da pandemia. Este ano, com a implementação do modelo de teletrabalho, a Liberty tornou-se uma seguradora 100% digital.”

Estamos aqui para ficar para crescer e para investir em Portugal,” frisou Alexandre Ramos, Chief Information Officer da Liberty na Europa Ocidental, em conferência com jornalistas. A entrada da Liberty no canal direto, fração de aproximadamente 6% do negócio automóvel, significa a chegada de novo concorrente em terreno dominado em cerca de 60% por Ok!teleseguros (Fidelidade), Seguro Direto (Ageas), LOGO (Generali) e N Seguros (Lusitania).

Num mercado em que o jogo “reside na confiança da marca,” a introdução da Génesis dirige-se especialmente aos clientes que queiram interagir de forma direta com a companhia, de uma ponta a outra, no modo digital, explicou. Mas a Génesis by Liberty traz experiência: “60% do negócio que temos na Irlanda é direto, isto traduz a experiência que Liberty acumula na área digital”, reforçou.

E o lançamento da Génesis não significa que a companhia deixe apostar no intermediário mediador, “por isso instituímos o Dia do Mediador,” complementou, por seu lado, Jesus Nuñez.

Preço mais competitivo

Com o novo produto, “o cliente vai escolher o que quer e vai só pagar por aquilo que precisa. O preço é mais competitivo,” desenvolveu Alexandre Ramos no encontro com a imprensa.

Na coluna de Opinião ECOSeguros, sob o título Digitalização: uma nova forma de liberdade Alexandre Ramos escreveu recentemente: “(…) Uma interação simples, digital e transparente são aspetos que hoje se apresentam como não negociáveis e que os clientes esperam da sua seguradora. Dados recolhidos junto de clientes e analisados pela Liberty mostram ainda que o preço continua a ser um fator determinante, assim como a notoriedade da companhia de seguros e as coberturas disponíveis. No caso do seguro automóvel, por exemplo, os clientes estudam a relação entre a qualidade e o preço, optando muitas vezes por uma marca já reconhecida no setor e que ofereça o maior número de coberturas pelo menor valor possível, capazes de se ajustar ao tipo e frequência de utilização e ao automóvel”.

Nesta perspetiva, o novo canal de venda direta “foi totalmente concebido a pensar nos clientes que procuram um serviço totalmente digital e online,” explica a empresa em comunicado. Através do novo canal, os clientes da Liberty “podem subscrever uma apólice de seguro personalizada e pagar apenas pelo que necessitam. A plataforma está disponível em tempo real e em qualquer lugar, e representa uma forma de contactar a Liberty de forma rápida e ágil”.

Em resposta a questões de ECOseguros sobre o funcionamento do novo produto automóvel, o CIO esclareceu: “Estamos a trabalhar para que a experiência digital vá de uma ponta a outra. Todas as aplicações são responsive”, pelo que não será necessário aceder a uma app específica. O cliente pode abrir e acompanhar um processo de sinistro “em qualquer dispositivo móvel, embora possa a qualquer momento recorrer ao call center para apoio adicional.

O seguro apresenta-se com as coberturas obrigatórias por lei, como a de Responsabilidade Civil Geral, mas tudo o resto é escolhido pelo cliente. E “temos o preço pela cobertura e não pelo pacote”. E isso é diferenciador, “o que fizemos foi essa diferenciação”, esclareceu. A ideia, complementou Jesus Nuñez, “é darmos empowerment ao cliente. Não é um produto igual para todos.”

A transição digital em curso em todos os setores da empresa advém de uma mudança nos hábitos dos consumidores que, nos seguros, procuram produtos cada vez mais personalizáveis, flexíveis e adaptados às suas necessidades reais. “Esta mudança, embora desafiante, representa um mundo de oportunidades”. A empresa precisa apenas de ter a agilidade necessária para moldar o seu negócio à procura atual e ao ritmo a que esta é exigida e para inovar nas soluções oferecidas de modo a satisfazer as expectativas dos clientes, acrescentam os executivos da seguradora.

Esta estratégia “está totalmente alinhada com os nossos valores de colocar sempre as pessoas em primeiro lugar e permite-nos, não só ganhar mais confiança e notoriedade junto do público, como fazer crescer a marca através de uma maior carteira de clientes que, consequentemente, se traduzirá em melhores resultados globais para a empresa”, acrescentou o responsável de Vendas e Distribuição do grupo Liberty Mutual na Europa. Com esta iniciativa, a Liberty quer ser uma empresa acessível a qualquer tipo de procura e a primeira escolha na oferta e qualidade dos canais de distribuição, estando a criar um novo sistema à escala global comum a todos os países em que a companhia opera.

Queremos investir forte em Portugal. Vamos continuar com esta marca e com os nossos parceiros, completamente focados em que os nossos clientes possam ter o máximo de produtos possíveis e que eles os possam controlar do princípio ao fim.”, rematou Alexandre Ramos.

(Notícia atualizada às 10h37 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Génesis by Liberty estreia-se em Portugal com proposta no ramo automóvel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião