EDP rompe com argelinos e assume central de gás natural em Espanha

Fim da parceria de 14 anos com a Sonatrach implica a compra da participação de 25% que os argelinos detinham numa central espanhola controlada pela EDP, com uma capacidade instalada de 426 megawatts.

A EDP anunciou esta quarta-feira o fim da parceria estratégica com a Sonatrach, petrolífera estatal da Argélia, que tinha sido assinada em 2007 e que previa o fornecimento de gás natural para a exploração das centrais de ciclo combinado (CCGT) do grupo.

A empresa portuguesa assume assim o “controlo total” da CCGT Soto 4, em Espanha, que tem uma capacidade instalada de 426 megawatts (MW), através da aquisição da participação de 25% detida pela Sonatrach, acrescentando que “termina as relações comerciais” que estavam associadas a esta parceria.

“Esta transação fornece à EDP flexibilidade adicional para gerir a transição para a neutralidade carbónica com 100% de produção de eletricidade a partir de fontes renováveis até 2030”, justifica o grupo liderado por Miguel Stilwell d’Andrade, num comunicado enviado à CMVM.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP rompe com argelinos e assume central de gás natural em Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião