Assis apela a diálogo entre partidos incluindo PS e PSD

  • ECO
  • 14 Novembro 2021

"Depois das eleições tem de haver diálogo entre todos os partidos políticos", diz Francisco de Assis, que não "demoniza" a opção de um bloco central.

Depois da ida às urnas de 30 de janeiro, terá de haver diálogo entre “todos os partidos políticos”, incluindo entre o PS e o PSD, entende Francisco Assis. Em entrevista ao Jornal de Negócios (acesso pago) e à Antena 1, o antigo líder parlamentar do PS e atual presidente do Conselho Económico e Social (CES) salienta que existem “grandes pontos de contacto” entre o Partido Socialista e o Partido Social Democrata.

“Depois das eleições tem de haver diálogo entre todos os partidos políticos, do PS e dos demais partidos políticos”, afirma Assis, defendendo que, até às eleições, o debate deve deixar claras as diferenças entre os partidos, mas não ao ponto de impedir o diálogo pós-eleitoral.

O presidente do CES entende, por outro lado, que deveria haver um “acordo de regime” que limite as nomeações políticas para afastar o receio de um “Estado clientelar”. Os maiores partidos têm afastado, contudo, este tema.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Assis apela a diálogo entre partidos incluindo PS e PSD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião