Rui Rio defende “algumas restrições”, mas sem confinamento

Líder social-democrata prefere esperar pela reunião dos especialistas, esta sexta-feira, mas diz ter dúvidas quanto a um novo confinamento.

Com o aumento dos casos de coronavírus, os últimos dias têm sido marcados pela discussão em torno do aperto das medidas, incluindo o regresso da obrigatoriedade do teletrabalho. Rui Rio acredita que deveriam ser adotadas “algumas restrições”, embora “moderadas”, mas prefere esperar pela reunião dos epidemiologistas marcada para sexta-feira.

“Parece-me que temos de voltar a ter algumas restrições, embora o mais moderadas possíveis”, disse o líder social-democrata esta terça-feira, em declarações aos jornalistas. “Mas um confinamento total ou parcial, com medidas muito duras, já não sei. Tenho de ouvir os técnicos”, acrescentou, referindo-se à reunião convocada pelo primeiro-ministro.

“Seria prudente, desde já, tomar algumas medidas. Agora, cortar tudo, e pura e simplesmente confinar, é de evitar“, apontou Rui Rio, sublinhando que prefere esperar pela opinião dos especialistas.

Questionado se apoiaria o Governo, mesmo sem estado de emergência ou sem Parlamento, em alguma medida, o presidente do PSD respondeu estar “disponível para fazer tudo o que for do interesse de Portugal”. “Se no interesse de Portugal houver uma medida [que seja necessária], eu dou o meu apoio, independentemente da pessoa ou do partido”, afirmou.

O primeiro-ministro convocou para esta sexta-feira uma reunião sobre a evolução da situação epidemiológica, juntando especialistas e políticos no Infarmed. De acordo com a Lusa, a reunião está prevista para as 15h00 e vai contar com a presença de Marcelo Rebelo de Sousa, Ferro Rodrigues e representantes dos partidos com assento parlamentar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rui Rio defende “algumas restrições”, mas sem confinamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião