Lisboa vai abrir o maior centro de vacinação do país a 1 de dezembro

Carlos Moedas revela que vai nascer na FIL o maior centro de vacinação do país. "O número de utentes vai chegar mais ou menos aos seis mil, que é o dobro da capacidade que temos hoje", realça.

O presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, revelou esta segunda-feira que vai abrir em Lisboa, dia 1 de dezembro, o maior centro de vacinação do país. O objetivo é duplicar a vacinação.

“Dia 1 de dezembro vamos lançar o maior centro de vacinação do país, na Fil, onde vamos ter a capacidade de duplicar o número de vacinas que damos hoje por dia. O número de utentes vai chegar mais ou menos aos seis mil, que é o dobro da capacidade que temos hoje”, disse Carlos Moedas na cerimónia de inauguração da CNN Portugal.

O autarca lisboeta adianta ainda que se somar a esta equação a vacina da gripe, a capacidade pode chegar aos nove mil utentes por dia. “Isso vai trazer grandes vantagens”.

“Estamos a trabalhar dia e noite e já fizemos visitas técnicas. Este pavilhão vai localizar-se no pavilhão quatro da FIL. Estamos muito animados e isto é uma boa notícia para Lisboa”, destaca Carlos Moedas.

Numa altura que é “preciso fazer um reforço da estrutura” de vacinação contra a Covid-19, o autarca destaca que a “melhor forma de controlar a pandemia é antecipar as medidas”.

(Notícia atualizada às 20h38 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa vai abrir o maior centro de vacinação do país a 1 de dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião