Portugal é o país europeu com maior atraso no pagamento de faturas

Em Portugal, os pagamentos das faturas demoram, em média, 26,64 dias, quando na Europa a média é de 14,41 dias. Contas feitas, Portugal tem um atraso de 12,23 dias.

Portugal lidera o atraso no pagamento de faturas quando comparado com outros países da Europa. Os pagamentos demoram, em média, 26,64 dias, quando na Europa a média é de 14,41 dias, de acordo com o relatório da Informa D&B.

No entanto, Portugal tem vindo a diminuir este prazo, já que no início de 2020 o atraso da média de pagamento situava-se em 28,04 dias. Quando comparado com os restantes países da Europa, Portugal tem um atraso de 12,23 dias.

As três principais razões para o atraso são: a fatura não chegar ao destino, a existência de discrepâncias ou erros na fatura e, por fim, o não cumprimento atempado do pagamento por parte da empresa que tem de pagar, de acordo com a Seres, uma empresa especialista em serviços de intercâmbio eletrónico seguro de documentos. Quase 50% dos atrasos ocorrem no âmbito das duas primeiras condições.

Para colmatar esta problemática, a Seres aponta a faturação eletrónica como um fator-chave. “A faturação eletrónica, através da automatização e digitalização de processos, é fundamental para contribuir a redução dos prazos de pagamento, pois torna todo o processo mais ágil, mais rápido e com menos possibilidade de enganos ou extravios. A simplificação de processos gera, obviamente, uma maior autonomia em todo o sistema de pagamentos”, refere Alberto Redondo, CMO da Seres Iberia, num comunicado enviado às redações.

Para além de permitir encurtar os prazos de pagamentos, a e-faura tem vantagens para o meio ambiente, entre elas a redução de custos e eliminação de todos os processos mecânicos relacionados com o uso do papel.

“A transição da faturação manual para a faturação eletrónica deveria ser uma prioridade paras as empresas portuguesas, pois é uma rampa de lançamento para que Portugal comece a diminuir o prazo de pagamentos e deixe de estar no último lugar deste ranking a nível europeu”, conclui Alberto Redondo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal é o país europeu com maior atraso no pagamento de faturas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião