OPEP+ prevê um crescente excesso de petróleo em 2022

  • Lusa
  • 1 Dezembro 2021

O excesso na oferta será de 2 milhões de barris por dia em janeiro, 3,4 milhões em fevereiro e 3,8 milhões em março, prevê a aliança OPEP+, no cenário base.

A aliança OPEP+ prevê um crescente excesso de fornecimento de petróleo em 2022, com taxas mais altas entre janeiro e março do próximo ano, segundo um documento da comissão técnica do grupo publicado esta quarta-feira.

Os peritos antecipam que o excesso será de 1,7 milhões de barris por dia em média em 2022, em comparação com um défice de 1,2 milhões de barris em 2021, segundo o relatório, divulgado pela agência oficial TASS no mesmo dia em que decorre uma reunião em formato virtual da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

De acordo com o cenário base, que tem em conta as últimas decisões da OPEP+ (OPEP e 10 países aliados) – subir a oferta em 400.000 barris por dia até setembro de 2022 – e o anúncio dos Estados Unidos de utilizar 50 milhões de barris das suas reservas estratégicas, o excesso na oferta será de 2 milhões de barris por dia em janeiro, 3,4 milhões em fevereiro e 3,8 milhões em março.

O comité técnico da OPEP+ reviu em baixa as suas previsões de procura de petróleo para este ano, com 96,4 milhões de barris diários. Para 2022, as projeções mantêm-se em 100,6 milhões de barris por dia, segundo o documento divulgado esta quarta-feira.

Os peritos da aliança, que se reúne de novo na quinta-feira, consideram que só dentro de duas semanas será possível avaliar plenamente o impacto da nova variante do coronavírus na procura.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OPEP+ prevê um crescente excesso de petróleo em 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião