Hoje nas notícias: Autotestes, PRR e salários

  • ECO
  • 6 Dezembro 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Até terça-feira, os supermercados serão reabastecidos com autotestes para despistagem da Covid-19. As empresas públicas mal geridas ou que não cumpram as metas estabelecidas no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) podem ser penalizadas. Apenas Lisboa e Setúbal registam um salário médio dos trabalhadores por conta de outrem acima da média nacional. O grupo Mundicenter, que explora centros comerciais em Portugal, apresentou cinco ações contra o Estado, no valor de 8,8 milhões. A taxa de carbono, aplicada às viagens aéreas desde 1 de julho, no valor de dois euros por passageiro, rendeu 3,89 milhões nos três meses de verão.

Supermercados e farmácias vão ter mais autotestes a partir desta semana

Até terça-feira, os supermercados serão reabastecidos com autotestes para despistagem da Covid-19, uma situação que também deverá ficar normalizada durante esta semana nas farmácias. Com esta regularização da venda de autotestes em ambas as superfícies, não são esperados novos esgotamentos de stocks como os que têm estado a acontecer devido à procura elevada.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Comissão Europeia avisa que PRR prevê “penalizações” por má gestão

As empresas públicas mal geridas ou que não cumpram as metas estabelecidas no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) podem ser penalizadas, prejudicando o acesso aos fundos europeus ou a capacidade de absorção dos apoios europeus, muitos deles a fundo perdido. Isto porque, na mais recente avaliação ao pós-programa de ajustamento, Bruxelas mostra insatisfação com a falta de “resiliência” e de “sustentabilidade financeira” do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e agora alarga estas críticas ao Setor Empresarial do Estado (SEE).

Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso livre).

Apenas dois distritos tem salários acima da média

Só os distritos de Lisboa e Setúbal é que registam um salário médio dos trabalhadores por conta de outrem acima da média nacional, que no final de setembro atingiu os 1.169 euros. Na capital, o salário médio ronda os 1.390 euros, atingindo os 1.233 euros em Setúbal. A seguir a estes distritos encontram-se Porto (1.161 euros) e Coimbra (1.126 euros). Estes valores, livres de descontos, foram apurados a partir das remunerações declaradas pelas empresas à Segurança Social.

Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso pago).

Dona do Amoreiras exige indemnização de nove milhões ao Estado

O grupo Mundicenter apresentou nas últimas semanas cinco ações contra o Estado, no valor de 8,8 milhões de euros, por causa da lei das rendas, que no ano passado isentou os lojistas de pagamento. O grupo detém e explora nove centros comerciais em Portugal, incluindo o Amoreiras Shopping Center, o Braga Parque e o Forum Aveiro.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Taxa de carbono rende quatro milhões no verão

A taxa de carbono, aplicada às viagens aéreas desde 1 de julho, no valor de dois euros por passageiro, rendeu 3,89 milhões de euros nos três meses de verão, segundo a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC). Desta quantia, 3,77 milhões foram entregues pela ANAC ao Fundo Ambiental até ao dia 15 de novembro.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Autotestes, PRR e salários

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião