PSI-20 recupera 1,72%, a maior subida desde setembro

O principal índice nacional recuperou das perdas da semana passada com a maior subida percentual desde 22 de setembro. Todas as cotadas valorizaram.

Esta segunda-feira foi uma sessão pintada totalmente de verde em Lisboa. O PSI-20 valorizou 1,72% para os 5.510,33 pontos, registando a maior subida desde 22 de setembro (2,2%). Nenhuma das 18 cotadas fechou em terreno negativo, algo raro de acontecer.

A praça lisboeta seguiu os ganhos das principais praças europeias. O Stoxx 600, o índice que agrega as 600 principais cotadas europeias, valorizou 1,4%. O alemão DAX cresceu 1,49%, o francês CAC 40 avançou 1,71%, o espanhol IBEX valorizou 2,65% e o britânico FTSE 100 somou 1,68%.

Esta foi assim uma sessão de recuperação em bolsa face à semana anterior em que o medo da variante Ómicron tinha feito estragos nas cotadas. Com a chegada de sinais de que a variante não é tão perigosa quanto a delta, a preocupação dos investidores acalmou e em Wall Street os índices também seguem em alta.

Em Lisboa, todas as cotadas valorizaram, com o destaque a ir para o BCP com uma subida de 3,5% para os 14,79 cêntimos. Segue-se a Mota-Engil com uma valorização de 2,77% para os 1,26 euros e a Galp Energia com uma valorização de 2,37% para os 8,8 euros.

Com subidas superiores a 2%, destacam-se ainda a Pharol e a Greenvolt. Com subidas entre 1% e 2% surgem a EDP, Semapa, Navigator, Sonae, CTT, entre outras.

As cotadas que menos valorizaram foram a Nos — subiu 0,78% para os 3,37 euros –, a Corticeira Amorim — valorizou 0,91% para os 11,14 euros — e a Ramada que somou 0,92% para os 6,6 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PSI-20 recupera 1,72%, a maior subida desde setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião