35% das empresas portuguesas usam serviços “cloud”

  • Filipe Maria
  • 9 Dezembro 2021

Dados do Eurostat divulgados esta quinta-feira mostram que, em 2021, o uso de serviços "cloud" pelas empresas portuguesas cresceu seis pontos percentuais, para 35%.

A percentagem de empresas portuguesas com acesso à internet que usam serviços cloud aumentou de 29% em 2020 para 35% em 2021, segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

Este indicador também cresceu para o conjunto das empresas europeias, passando de 36% em 2020 para 42% em 2021, mais do dobro do valor registado em 2016 (19%).

“Em 2021, 98% das empresas europeias com 10 ou mais trabalhadores dispunham de acesso a este tipo de serviços”, avançou o Eurostat num comunicado. Os serviços cloud dão às empresas o acesso a infraestrutura tecnológica mantida por terceiros, de que são exemplos a Amazon Web Services, a Google Cloud e o Microsoft Azure.

Bar graph: Use of cloud computing in enterprises in 2021, as a % of the enterprises with internet access, in the EU and EFTA countries

Embora o número de empresas com acesso à internet esteja em valores elevados e equilibrados entre todos os Estados-membros, o uso de serviços cloud registou uma variação significativa entre os mesmos. Suécia e Finlândia verificaram uma adesão de 75%, os Países Baixos e Dinamarca de 65%, e a Roménia e a Bulgária de 14% e 13%, respetivamente.

Dentro do grupo de empresas utilizadoras de serviços cloud, 78% admitiu o uso para armazenamento de email, 68% para armazenamento de ficheiros e 61% para programas de processamento de texto e dados. Os outros usos mencionados incluem programas de segurança, de serviço de finanças e contabilidade, de relacionamento com o cliente e planificação de recursos empresariais.

Web: Use of cloud computing services in EU enterprises in 2021, by type of service, as a % of enterprises using the cloud

A cloud tem sido uma tendência da tecnologia que tem revolucionado a forma como algumas empresas operam. Ao invés de terem de manter servidores nas suas instalações, estas passaram a poder contratar soluções elásticas e escaláveis a grandes fornecedoras, escapando a custos elevados com a manutenção dos servidores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

35% das empresas portuguesas usam serviços “cloud”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião