Há sete candidatos à nova ponte de 39 milhões entre Porto e Gaia

Veja as construtoras envolvidas no projeto da Ponte D. António Francisco dos Santos, paga na íntegra pelos dois municípios, que tem uma extensão total de 625 metros e conclusão prevista para 2026.

Sete candidatos foram admitidos no concurso da empreitada de conceção e construção da nova Ponte D. António Francisco dos Santos e respetivos acessos, que vai ligar o Porto e Vila Nova de Gaia. Têm um prazo de sete meses para apresentar as propostas, que devem incluir um estudo prévio da solução global para esta infraestrutura que irá custar 38,5 milhões de euros e será suportada na íntegra pelos dois municípios.

Segundo a informação veiculada pela autarquia liderada por Rui Moreira, duas empresas vão concorrer individualmente — Puentes y Calzadas Infraestructuras e Conduril Engenharia — e há cinco consórcios na corrida: Alexandre Barbosa Borges e Construgomes; Mota-Engil e Omatapalo; Afavias, Casais e Teixeira Duarte; Ramalho Rosa Cobertar e FCC Construcción; Alberto Couto Alves, Alves Ribeiro e Betar Consultores.

Terminada a fase de concurso, que culmina com a adjudicação ao concorrente vencedor, inicia-se a fase de execução contratual composta por dois momentos, até à conclusão da obra prevista para o primeiro semestre de 2026: a execução de estudos e projetos dura 12 meses e segue-se a execução da empreitada nos 24 meses seguintes, acrescidos de dois meses para a realização de ensaios.

A ser construída a montante da Ponte de São João e a jusante da Ponte do Freixo, ligando a marginal ribeirinha do Porto (Avenida Paiva Couceiro) a Vila Nova de Gaia (zona de Oliveira do Douro), esta nova ponte sobre o Douro vai ter uma extensão total de 625 metros, dos quais 300 sobre o leito do rio e os restantes sobre terrenos na margem Sul.

O tabuleiro da nova ponte, cujo nome homenageia o falecido Bispo da Diocese do Porto e que tinha um custo inicial estimado em 12 milhões de euros, terá duas faixas de rodagem, com duas vias de circulação cada, um separador central, assim como passeios e ciclovias unidirecionais, de ambos os lados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há sete candidatos à nova ponte de 39 milhões entre Porto e Gaia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião