Ibersol abriu mais sete Burger King e totaliza 119 restaurantes da marca

  • Lusa
  • 11 Janeiro 2022

O grupo, que inclui ainda as marcas como a KFC, Pizza Hut e Taco Bell, “criou 175 novos postos de trabalho diretos" com a abertura destes novos restaurantes.

A Ibersol abriu sete restaurantes Burger King nos últimos três dias de 2021, totalizando 119 unidades desta insígnia operadas pelo grupo, segundo um comunicado hoje divulgado.

O grupo Ibersol terminou 2021 com a inauguração de sete restaurantes Burger King em Portugal nos três últimos dias do ano”, referiu a empresa, adiantando que “depois da abertura do restaurante de Lamego ainda antes do Natal, nos últimos três dias do ano o grupo abriu restaurantes Burger King na Covilhã, Espinho, Felgueiras, Gaia, Madeira, Mangualde e no Seixal”.

Com estas sete unidades, a Ibersol terminou 2021 com “um total de 119 unidades Burger King operadas pelo grupo, no total dos 150 restaurantes da marca existentes em Portugal”, indicou.

Estas aberturas estão incluídas “no programa de expansão e de modernização dos restaurantes do grupo Ibersol e que incluiu também aberturas de restaurantes de marcas como a KFC, Pizza Hut e Taco Bell ao longo de 2021”, segundo destacou João Falcão, diretor de marketing do grupo, citado no comunicado.

Com estas sete novas unidades Burger King, o grupo “criou 175 novos postos de trabalho diretos”, referiu no comunicado, que destacou que esta insígnia “está representada no grupo Ibersol com cerca de 2.500 trabalhadores a nível continental e conta também com uma presença muito relevante nas Regiões Autónomas”.

A empresa recordou ainda que no novo restaurante na Madeira, “localizado na freguesia de São Martinho, no concelho do Funchal, foram criados 25 novos postos de trabalho diretos, o que perfaz um total de 100 empregos criados só pela marca Burger King nesta Região Autónoma”.

“A abertura de sete novos restaurantes Burger King nos últimos dias do ano demonstra a forte dinâmica do nosso plano de expansão e a aposta continuada e consolidada do grupo Ibersol enquanto franchisado Burger King”, indicou João Falcão, garantindo que o grupo irá “continuar a crescer, com aberturas em locais estratégicos”.

Os prejuízos da Ibersol melhoraram, nos primeiros nove meses do ano, para 20,2 milhões de euros, face ao período homólogo, indicou a empresa, num relatório publicado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), em 19 de novembro do ano passado.

“Com a progressiva diminuição das restrições à mobilidade durante os meses de verão, decorrente do crescente aumento do número de pessoas vacinadas, o volume de negócios consolidado nos primeiros nove meses de 2021 ascendeu a 241,7 milhões de euros que compara com 213,9 milhões registado no período homólogo de 2020, o que corresponde a um crescimento de 13%”, referiu a empresa, na mesma nota.

De acordo com a Ibersol, a “reabertura gradual da generalidade dos restaurantes ao longo deste terceiro trimestre – ainda que com algumas limitações – permitiu que, no final de setembro, a Ibersol tivesse 95% dos restaurantes próprios em operação, estando os restaurantes encerrados maioritariamente localizados em aeroportos e estações de serviço”, garantiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ibersol abriu mais sete Burger King e totaliza 119 restaurantes da marca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião