AXA conclui venda na Bélgica e negoceia saída do ramo Vida na Índia

  • ECO Seguros
  • 12 Janeiro 2022

A Axa concluiu venda de negócio bancário belga e estará a negociar os 49% que detém na Barthi AXA Life Insurance. Esta operação poderá render 1 000 milhões de dólares ao grupo segurador francês.

O grupo AXA finalizou a operação de venda das atividades bancárias na Bélgica, pela qual cedeu o Axa Banque Belgique ao Crelan Banque NV/SA, por um montante total de 691 milhões de euros. Além de ceder atividades ao banco Crelan, a seguradora francesa estendeu o acordo de distribuição para seguros de danos e previdência na rede de agências do banco.

A conclusão desta transação marca mais um passo na simplificação do perfil da AXA,” disse Thomas Buberl, Director Geral do Grupo AXA. O montante da transação compreende um valor líquido de 611 milhões de euros, em numerário, e a transferência para a Axa Belgique de 100% da Crelan Insurance (seguradora do grupo Crelan que fornece soluções de previdência ligada à concessão de crédito), por uma valorização atribuída de 80 milhões de euros, detalha o comunicado da seguradora francesa.

Em termos de fluxos de tesouraria, a AXA S.A. contabiliza a receção de 691 milhões de euros pela venda do AXA Banque Belgique e a AXA Belgique pagará 80 milhões ao grupo Crelan pela aquisição da Crelan Insurance.

Ao mesmo tempo, pode ler-se no comunicado, as entidades estabeleceram um acordo de distribuição de longo prazo para seguros de danos e previdência, o qual está em vigor desde 1 de janeiro de 2022. Assim, o acordo já existente, entre o Axa Banque Belgique e a subsidiária belga do grupo francês, estende-se a toda a rede bancária do Crelan.

“Temos a satisfação de ver a ligação histórica entre o AXA Banque Belgique e o nosso Grupo continuar através da manutenção do acordo de distribuição existente e a sua extensão a toda a rede Crelan. Gostaria de agradecer às equipas do AXA Bank Belgique pela sua contribuição e empenho ao longo dos anos e desejar-lhes o maior sucesso integradas no Grupo Crelan, que beneficiará de economias de escala e da combinação das respetivas ofertas de produtos”, complementou Buberl.

Possível desinvestimento em joint venture indiana do ramo Vida

Na Ásia, o grupo francês está perto de alienar a participação de 49% que detém na empresa conjunta Barthi AXA Life Insurance. A negociação tem como potenciais compradores o Hinduja Group e a ADIA, holding pública de investimentos de Abu Dhabi, capital dos Emirados (EAU), sendo que os restantes 51% da empresa conjunta Axa-Barthi Enterprises são detidos pela Sunil Mittal, também uma participada do grupo Barthi.

Embora não existam ainda decisões tomadas, “as negociações decorrem em torno dos valores da transação”, noticiou o site Economic Times, cujas fontes adiantaram que o processo de due diligence não seria concluído antes do início de 2022. Concretizando-se, o desinvestimento significará encaixe de 1 000 milhões dólares para a Axa.

A joint venture (jv) Bharti AXA Life Insurance foi fundada em 2006, com objetivo assumido de expandir por toda a União indiana. Os 49% que correspondem à atual participação da companhia francesa na empresa conjunta resultam de um reforço de posição realizado há cerca de seis anos, quando a Índia flexibilizou os limites de participação estrangeira me empresas locais. A jv conta atualmente com 236 escritórios espalhados pelo país e oferta diversificada de seguros em linhas individuais e de grupo.

Quanto aos potenciais compradores da parte pertencente à Axa, o interesse do Hinduja Group – conglomerado centenário com interesses que vão da indústria automóvel à banca (InsuInd Bank pode assegurar uma ampla rede de agências para distribuição dos seguros) – passa historicamente por parcerias que mostrem potencial de crescimento, disse um porta-voz.

Em setembro último, foi noticiada uma reorientação das operações da Axa no mercado indiano, apontando aproximação da joint venture Axa-Barthi com a ICICI Lombard General Insurance, um dos principais operadores de seguros na Índia. A seguradora francesa confirmou em comunicado um acordo de intercâmbio de posições integrando as operações de não Vida da jv Barthi AXA GI na ICICI Lombard GI.

Em resultado desta transação, a AXA e Barthi, respetivamente detentoras de 49% e 51% na sociedade conjunta, receberiam em troca 35,8 milhões de ações da ICICI Lombard, por um valor de mercado estimado em 664 milhões de euros.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

AXA conclui venda na Bélgica e negoceia saída do ramo Vida na Índia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião