Resultados empresariais animam Wall Street, apesar da subida do desemprego

As principais bolsas norte-americanas abriram a sessão desta quinta-feira em alta, com os investidores a contrabalançarem os resultados empresariais com a subida dos pedidos de desemprego.

Os principais índices norte-americanos abriram a penúltima sessão da semana com o “pé direito”, com os investidores a contrabalançarem os resultados apresentados por algumas empresas e o aumento dos pedidos de desemprego.

O S&P 500 ganha 0,39% para 4.550,39 pontos, enquanto o industrial Dow Jones sobe 0,25% para 35.117,35 pontos. Ao mesmo tempo, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,87% para 14.465,53 pontos, isto depois de na sessão anterior ter recuado 1,1%, o que significa que ficou a 10,7% do máximo histórico alcançado em novembro do ano passado, pelo que o índice esteve em correção técnica.

Nesta sessão, os investidores estão a digerir os dados relativos ao mercado laboral, que têm vindo a aumentar na sequência do aumento de casos de infeção por Covid-19, que prejudica a atividade laboral. Na semana terminada a 15 de janeiro, houve um aumento de 55 mil pedidos de desemprego, com o valor atual a situar-se nos 286 mil pedidos, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Departamento do Trabalho dos EUA. Este balanço supera as expectativas dos analistas consultados pela Reuters, que apontavam para 220 mil inscrições.

Em foco estão ainda os resultados apresentados por algumas empresas, nomeadamente da American Airlines, que registou perdas de 931 milhões de euros no quarto trimestre de 2021, dado que o surgimento da variante Ómicron veio atrasar a recuperação do setor da aviação. Neste contexto as ações da empresa cedem 0,72% para 17,19 dólares.

Já a seguradora norte-americana Travelers fechou o último trimestre de 2021 com receitas de 1.29 mil milhões de dólares, o que representa um aumento de 2% face às registadas no período homólogo. Nesta sessão, a empresa valoriza 3,48%. Nota positiva ainda para a Alcoa cujas ações somam 4,74% para 62,34 dólares, após apresentação de resultados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Resultados empresariais animam Wall Street, apesar da subida do desemprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião